Polícia Civil prende seis suspeitos de participarem em homicídio no Sul de Santa Catarina

Uma operação da Polícia Civil de Imbituba, esclareceu na manhã desta terça-feira (6) o assassinato de uma mulher de 24 anos, morta com requintes de crueldade. Durante a operação foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva.

O crime aconteceu no dia 9 de abril, quando a família da vítima registrou um boletim de desaparecimento da mulher. O corpo da vítima foi encontrado próximo ao aterro sanitário da Divineia, em Imbituba, local onde atearam fogo no cadáver. Sete pessoas são acusadas de envolvimento, entre elas o marido e o cunhado da mulher.

Foram cumpridos seis mandados de prisão na manhã desta terça-feira – Polícia Civil/Divulgação

O delegado responsável pelo caso, Juliano Baesso, afirmou que o crime foi encomendado pelo marido, que se encontra cumprindo pena pelo crime de tráfico de drogas na Penitenciária Sul de Criciúma desde 2017 e pelo cunhado, que recentemente foi condenado pelos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa.

As investigações indicaram que a vítima teria sido atraída para uma residência de propriedade do cunhado. Lá ela foi torturada e assassinada, sendo que pelo menos outras cinco pessoas (além dos mandantes) teriam participado do crime.

Leia também:

Os envolvidos no crime também são suspeitos de alterar a cena do crime, inclusive simulando uma reforma na residência com o objetivo de dificultar o trabalho investigativo.

Entre os sete envolvidos, todos estão presos, com exceção do cunhado da vítima, que encontra-se foragido. Os demais vão responder pela prática dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (motivo fútil, meio cruel/tortura, premeditação/dissimulação e feminicídio), fraude processual majorada e destruição/ocultação de cadáver.

Polícia