Polícia conclui inquérito sobre jovem morto no quintal de casa em Florianópolis

Atualizado

O inquérito sobre a morte do jovem Vitor Henrique Xavier Silva Santos, assassinado em 18 de abril por policiais militares, em Florianópolis, foi concluído nesta segunda-feira (20). A Polícia Civil informou que a delegada Salete Teixeira, responsável pela investigação, não falará com a imprensa sobre o caso.

Vitor Henrique Xavier Silva Santos foi morto no quintal de casa – Reprodução/Facebook

Após o encaminhamento ao Fórum, o relatório passará por análise e manifestação do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina).

Em nota, a Polícia Militar informou que os policiais envolvidos na ocorrência já foram ouvidos como parte do Inquérito Penal Militar. O procedimento, em acordo com o Código de Processo Penal Militar, tem prazo de 40 dias, após a sua instauração, para ser concluído.

A PM informou também que os agentes seguem em serviço. Um dos policiais retornou ao trabalho na semana passada, “pois estava em afastamento médico diagnosticado devido ao estresse da ocorrência”.

Corregedoria da Polícia Militar segue com investigação – Arquivo Pessoal/ND

Vitor, de 19 anos, foi morto no bairro Ingleses, em abril deste ano. De acordo com a família, o jovem estava atirando em latinhas com uma arma de pressão no quintal de casa, quando teria sido surpreendido pelos PMs.

Leia também:

“Eles passaram atirando, sem perguntar nada”, afirmou a irmã de Vitor, Vivian Silva dos Santos, 22. A mulher era a única pessoa que estava em casa no momento dos disparos e alega ter ouvido ao menos cinco tiros. A mãe, Vilma Silva dos Santos, 49 anos, estava em um restaurante na Agronômica – onde trabalha como cozinheira – quando o jovem foi morto.

Polícia