Polícia procura sogro suspeito de assassinar ator e pais em SP

Atualizado

A polícia procura na manhã desta segunda-feira (10) o sogro do ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, conhecido por uma propaganda de alimentos e por interpretar o personagem Paçoca na novela “Chiquititas”. Foragido, o homem é suspeito de ter matado Rafael e seus pais na noite do domingo (9), em São Paulo.

De acordo com informações da Record TV, a polícia realiza nesta manhã, investigações para encontrar o pai da jovem, que permanece foragido. Há também a expectativa de os familiares de Rafael comparecerem no IML  (Instituto Médico Legal) para a liberação dos corpos.

Ator Rafael Miguel foi morto a tiros – Reprodução/Instagram

O caso

O ator de Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50 anos, morreram, após serem baleados, na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona Sul da capital, por volta das 14h, deste domingo.

O pai da namorada de Rafael, Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, chegou ao local armado e atirou nas três vítimas que estavam no portão da casa após um suposto desentendimento. O caso foi registrado como homicídio consumado no 98° DP, no Jardim Miriam.

Paulo fugiu do local e ainda não foi localizado. O crime foi cometido na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira, e o autor está sendo procurado pela polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, Rafael, acompanhado de seus pais, foi até a casa de sua namorada, de 18 anos, para conversar com o pai dela sobre o relacionamento. Eles foram recebidos pela jovem e por sua mãe.

De acordo com a Record TV, o pai da garota tem passagens pela polícia por roubo.

A Polícia Militar atendeu a um chamado para ocorrência com disparos de arma de fogo às 13h45, de acordo com informações da assessoria de imprensa da corporação. Os corpos foram encontrados em via pública. O caso deverá ser investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam).

Fãs lamentam morte

Na internet, fãs estão abalados com a notícia. “Muito triste em ver que a vida de um garoto jovem e de sua família foram tiradas de uma forma cruel pelo pai da própria namorada”, escreveu um internauta. “A que ponto chega o ser humano de matar um jovem e seus pais porque ele era contra o namoro do garoto com a filha”, disse outro.

*Com informações de Estadão Conteúdo e Portal R7

Mais conteúdo sobre

Polícia