Polícia recebe laudo sobre suspeita de estupro de bebê de 4 meses, na Grande Florianópolis

As investigações do inquérito sobre a suspeita de estupro contra uma bebê de apenas quatro meses seguem em Tijucas, na Grande Florianópolis. Na segunda-feira (5), a Polícia Civil recebeu o laudo do IGP (Instituto Geral de Perícias), mas o resultado está em sigilo.

O caso foi registrado no último final de semana de julho e divulgado na segunda-feira (29) pela Polícia Militar. O primo da bebê, um adolescente de 14 anos, é o principal suspeito do suposto crime.

Para o delegado responsável pelo caso, Paulo Freyesleben, as próximas diligências devem ajudar a entender o que aconteceu. O adolescente já prestou depoimento, negou o crime e não foi apreendido. O Conselho Tutelar acompanhou a conversa.

“[O resultado] permanecerá em sigilo para não prejudicar as próximas diligências que serão realizadas”, informou.

Leia também:

Além do garoto, o pai da criança também foi ouvido. Ele disse que, no dia do suposto crime, teria pedido para o primo da bebê trocar a fralda da filha enquanto ele fazia almoço. Quando foi até o quarto, a criança foi encontrada junto ao adolescente com sangramento.

Mais conteúdo sobre

Notícias