Policial Militar é condenado por morte de detento em Blumenau

Atualizado

Um policial militar acusado pela morte de um detento registrada em 2008, durante uma tentativa de fuga no PRB (Presídio Regional de Blumenau), foi condenado nesta quinta-feira (27) a pena de seis anos de reclusão. O agente público, condenado pelo crime de homicídio simples, terá direito de recorrer da decisão em liberdade e poderá cumprir a pena, inicialmente, em regime semiaberto.

A sentença foi prolatada pelo juiz Juliano Rafael Bogo, titular da 1º Vara Criminal de Blumenau, após decisão do conselho de sentença reunido em sessão do Tribunal do Júri.

Comarca de Blumenau, onde crime ocorreu – Divulgação TJSC / Reprodução ND

Leia também

Segundo denúncia do MP, o réu desempenhava função como guarda externo do presídio no dia 31 de janeiro daquele ano, quando um detento serrou uma das barras da porta da cela em que estava recolhido e seguiu para a parte externa do local.

Ao avistá-lo da guarita onde se encontrava, a uma altura aproximada de sete metros, o policial teria ordenado ao preso que ficasse parado, mas o detento não obedeceu ao pedido e foi alvejado por dois tiros na parte dorsal do tórax, próximo à coluna vertebral, o que causou a sua morte.

Mais conteúdo sobre

Justiça