Ponto facultativo na véspera do feriado aumenta fila de espera no Hospital Materno-infantil

Unidade é a única em Joinville que oferecia atendimento de pediatria nesta segunda-feira

Rogerio da Silva/ND

Pacientes reclamavam de espera de mais de 7 horas para atendimento na unidade de saúde

Com o ponto facultativo na véspera do Dia do Trabalhador nos PAs (pronto-atendimentos), a situação já precária nas consultas pediátricas em Joinville ficou mais complicada nesta segunda-feira (30/4/12). A emergência do Hospital Materno-infantil Jeser Amarante Faria ficou lotada e as reclamações de pais se multiplicaram, principalmente pela demora no atendimento, de no máximo cinco horas, conforme o hospital. Não é o que dizem os pais.
“Sete horas”, diz Cristiano Fernando Cardoso, 27 anos. Ele afirma que desde as 10h buscava atendimento para seu filho Gabriel Rosa Cardoso, dez meses, que há quatro dias apresenta tosse e insuficiência respiratória. Às 17h o menino ainda aguardava o médico. “Sempre que precisa tem muita demora”, afirma a mãe do garoto, Elaine Cristina Rosa, 28.

Leia a matéria completa na edição de terça-feira (1/5/12) do jornal Notícias do Dia de Joinville.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias