Portugal considerará paciente curado com um teste negativo

Atualizado

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou que, a partir de agora, será necessário um único teste negativo para considerar um paciente como recuperado, medida que vale para os contaminados pelo novo coronavírus que passam pela doença em casa, sem internação. Essa mudança de critério é de acordo com o que é o praticado em outros países, afirmou.

Agentes portugueses farão teste em infectados com coronavírus 14 dias depois de aparição dos sintomas – Foto: Reprodução/Leonardo Sousa

Dessa maneira, os infectados em casa serão submetidos a um único teste, realizado pelo menos 14 dias após o início dos sintomas, e se esse teste for negativo e mostrar sinais de melhora, eles serão colocados na lista de recuperados.

Leia também:

Para pacientes hospitalizados, os critérios aplicados até o momento serão mantidos e eles deverão obter dois testes negativos com um período de diferença de pelo menos 24 horas.

A ministra da Saúde também explicou que até o final de abril ou início de maio, todos aqueles que trabalham em asilos – estabelecimentos que concentram cerca de 40% das mortes – serão submetidos ao teste para Covid-19.

O país também está preparando uma retomada das consultas e procedimentos médicos cancelados pela pandemia, ainda sem data confirmada, e que serão realizados “gradualmente e em etapas”, com diferenças entre as várias regiões do país, dependendo da situação epidemiológica.

Dados

Portugal chegou a 880 mortes por covid-19 e 23.392 casos confirmados, segundo informações divulgadas neste sábado (25) pelas autoridades locais.

De acordo com o último boletim divulgado hoje pela Direção-Geral de Saúde (DGS), nas últimas 24 horas ocorreram 26 mortes e 595 novos casos, além de 49 recuperados, portanto o número total de pessoas que superaram o vírus no país já é de 1.277.

Além disso, 1.040 pessoas permanecem hospitalizadas, das quais 186 estão em UTI’s (Unidades de Terapia Intensiva), o número mais baixo neste mês.

Mundo