Prefeito eleito de Caçador é cassado por utilizar bens públicos em benefício próprio

O prefeito eleito de Caçador, Gilberto Amaro Comazzetto (PMDB), foi cassado pela Justiça. A decisão foi anunciada pela Justiça Eleitoral nesta terça-feira (27). Segundo a Justiça, ele é acusado de utilizar bens públicos do Governo do Estado em benefício próprio quando era candidato. Além disso, é acusado ainda de abuso de poder.

Beto foi eleito com 19.664 votos. Ele disse que já recorreu da decisão que é em primeira instância. O prefeito eleito nega as acusações e pediu uma medida cautelar para tentar a diplomação e assim poder assumir o cargo, até que o caso seja concluído pela Justiça.

A denúncia do Ministério Público havia sido protocolada em setembro. Caso a justiça não aceite o pedido para diplomação dele, pode haver uma nova eleição no município.

Reprodução RICTV Xanxerê/ND Oeste

Prefeito eleito de Caçador é cassado

Beto já recorreu da decisão

Geral