Prefeito entra com pedido de revogação no TRF4 contra afastamento do cargo

Como havia anunciado que faria, o prefeito Gean Loureiro acionou o TRF4. Ele entrou com pedido nos autos do mandado de prisão expedido pelo Tribunal, requerendo a revogação do afastamento do cargo (de 30 dias). O relator, desembargador federal Leandro Paulsen, vai analisar o pedido, mas não há previsão de data.

Gean Loureiro concedeu entrevista tão logo deixou a sede da Polícia Federal – Flávio Tin/ND

Gean Loureiro, que foi detido na manhã desta terça-feira (18) como parte da Operação Chabu, da Polícia Federal, disse não ter conhecimento dos detalhes da operação. Ele afirmou, ainda, que não tem acesso aos autos ou à decisão do desembargador que determinou a sua prisão.

A operação da PF visa combater a prática de uma suposta organização que violava o sigilo de operações policiais em Santa Catarina.

A expectativa, segundo Gean, é que o afastamento seja revogado, uma vez que não há nenhuma justificativa que mantenha a decisão. “A partir do momento que não aconteceu a prisão, não se tem lógica jurídica de manter a determinação do afastamento”, defendeu o prefeito.

Leia também:

Mais conteúdo sobre

Política