Serviços e atendimento são ampliados nas unidades de saúde em Palhoça

Atualizado

Desde outubro, as unidades básicas de saúde dos bairros Bela Vista, Centro e Ponte do Imaruim atendem a população das 7h às 20h, sem intervalos – PMP/Divulgação/ND

A Prefeitura de Palhoça amplia os investimentos em saúde, com abertura e informatização nas unidades básicas, inauguração de farmácia, laboratório para coleta e implantação de aparelhos de raio-X digitalizado. Com essa rede, foi possível implantar o prontuário eletrônico, o gerenciamento em tempo real do estoque de medicamentos e de todos os indicadores inerentes à saúde da população para o direcionamento de políticas públicas eficazes.

Os bairros Alto Aririú, Passagem do Maciambu, Passa Vinte, Barra do Aririú, Aririú, São Sebastião ganharam novos postos na atual gestão e, além disso, sete unidades básicas de saúde (UBS) foram reformadas nos bairros Ponte do Imaruim, Enseada de Brito, Bela Vista, Jardim Eldorado, Frei Damião, Madri e Centro.

Desde outubro, as unidades básicas das localidades Bela Vista, Centro e Ponte do Imaruim atendem a população das 7h às 20h, sem intervalos. O posto do Bela Vista, por exemplo, aumentou em cinco horas o horário de funcionamento. Os demais permanecem com as portas abertas por uma hora a mais.

Para atender à demanda no horário estendido, foram contratadas pelo menos três equipes de saúde da família, que incluem médico, enfermeiro, dentista, auxiliar e agente comunitário de saúde.  O objetivo é facilitar a assistência ao público em consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, vacinação, entre outros serviços.

A respeito de vacinações, Palhoça foi, por diversas vezes, o município que mais imunizou na Grande Florianópolis, ultrapassando as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde nas campanhas nacionais.

Atendimento nas unidades de saúde

No último mês, em alusão à campanha nacional Novembro Azul, a urologia da Policlínica Municipal, que funciona em parceria com o curso de medicina da Unisul, aumentou em 50% o número de atendimentos (exames e procedimentos) preventivos ao câncer de próstata.

Apenas a Policlínica Municipal atende mais de 250 pacientes por dia em 31 especialidades médicas, além de realizar procedimentos de média complexidade. Com a unificação dos atendimentos especializados, contratação de novos profissionais e melhorias constantes, a Prefeitura de Palhoça aumentou em 65% o número de consultas em especialidades. Além disso, a saúde pública municipal realiza, por mês, 1,5 mil mamografias, 1,8 mil ultrassonografias e mais de 5 mil exames laboratoriais por mês.

Devido à importância da prevenção diante da possibilidade de doenças, várias unidades de saúde do município possuem grupos de terapia comunitária, com orientações profissionais e práticas sobre exercícios físicos, hipertensão, saúde mental e puericultura.

Destaque nacional

Atenta ao desenvolvimento de projetos de políticas públicas em saúde que atraiam recursos do Ministério da Saúde para o município, a Prefeitura conquistou premiações que destacaram o município nacionalmente, inclusive na capital do país. Como exemplos atuais da utilização eficiente de recursos federais, estão os programas Sorria Palhoça (que oferece próteses dentárias totais) e o Criança com Visão (que entrega óculos de grau para alunos da rede pública municipal).

“Saúde é primordial e uma prioridade em nossa gestão. Estamos investindo em mais pessoal, aumentamos o horário de atendimento, em tecnologia, entre outras ações, para que o cidadão seja atendido da melhor forma possível e tenha qualidade de vida”, explica o prefeito de Palhoça, Camilo Martins.

O secretário municipal de saúde, Rosinei Horácio, acrescenta que a meta é facilitar o acesso a serviços de atenção primária em saúde. “Com a flexibilização de horário, vamos poder atender mais e melhor e, consequentemente, reduzir a ausência de pacientes a procedimentos agendados, que hoje é de cerca de 30% em Palhoça”, afirma.

O bairro Caminho Novo terá um novo posto de saúde até março de 2020. A obra é uma antiga reivindicação da comunidade local – PMP/Divulgação/ND

Nova unidade no Caminho Novo

O bairro Caminho Novo terá uma nova unidade de saúde até março de 2020. A ordem de serviço para a obra foi assinada em setembro deste ano e era uma antiga reivindicação da comunidade local, que hoje é atendida no posto do Centro da cidade.  Os trabalhos contemplam a reforma e ampliação do prédio onde funcionava o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro.

A unidade básica de saúde, 22ª do município, vai contar com mais de 300m², um investimento de quase R$400 mil. A estrutura vai oferecer consultórios médicos, odontológicos, farmácia, sala de curativo, triagem e vacina.

O secretário municipal de saúde, Rosinei Horácio, explica que o novo posto de saúde vai atender a população com duas equipes de saúde da família compostas por médico, enfermeiro, dentista, auxiliar e agente comunitário de saúde.

O prefeito Camilo Martins lembra que a sétima unidade de saúde inaugurada na sua gestão é mais uma obra muito aguardada pela população. “A parte mais gratificante de ser prefeito é poder atender as principais necessidades da nossa cidade. Com planejamento e trabalho, temos conseguido tirar muitos projetos do papel e, com isso, transformar a cidade”, destaca.

Atendimento 24 horas

Os palhocenses que não podem comparecer nas unidades básicas de saúde em horário comercial também têm a opção de procurar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Bela Vista.

Com uma estrutura de mais de 1,6 mil m², a estrutura conta com 16 leitos de observação, laboratório para coleta e raio X digitalizado e supre grande parte dos atendimentos de urgência, o que diminui a demanda nas emergências dos hospitais de cidades próximas.  A UPA é uma unidade que conta com todos os equipamentos para estabilizar vítimas de acidentes e encaminhá-las até um hospital.

Prefeitura de Palhoça