Prefeitura promete ampliar acessibilidade e chuveiros nas praias de Florianópolis

A pouco mais de dois meses para o início da temporada de verão, a Prefeitura de Florianópolis lançou ontem a Operação Verão 2018/2019. São mais de 8 mil pessoas envolvidas na ação que integra diversas secretarias e órgãos com o objetivo de deixar a cidade melhor preparada para receber turistas e moradores que frequentam as praias. Entre as principais ações estão a preparação para as festas de fim de ano (Natal e Réveillon), Carnaval, infraestrutura das praias, creches de verão e reforço na equipe médica, na fiscalização, nas intendências e na Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital).

Segundo a administração municipal são mais de oito mil pessoas envolvidas diretamente na ação para a próxima temporada - PMF/Divulgação
Segundo a administração municipal são mais de oito mil pessoas envolvidas diretamente na ação para a próxima temporada – PMF/Divulgação

Nas praias, serão executadas obras como recapeamento asfáltico em vias públicas, manutenção dos deques e das rampas de acesso ao mar, com reforço de 60 funcionários temporários para auxiliar nas intendências. Mais de 200 banheiros serão instalados nas praias do Norte, Sul e Leste em diferentes formatos.

Os chuveiros, com água potável, serão gratuitos. A prefeitura prevê 40 pontos – na temporada passada, eram 26. Ao todo, 150 quiosques serão implantados nas praias para venda de produtos, 70 pontos a mais que na última temporada. Também haverá ampliação, de cinco para nove, no número de praias onde terão esteiras acessíveis com cadeiras anfíbias que levam o cadeirante até o mar. São elas: Daniela, Juererê Internacional, Ingleses, Ponta das Canas, Barra da Lagoa, Joaquina, Areia do Campeche, Lagoa do Peri e Armação. 

Conforme a prefeitura, a maior parte do efetivo da Guarda Municipal vai trabalhar de forma preventiva nas praias, integrada com o trabalho reforçado das polícias Civil, Militar e Rodoviária Militar, com fiscalização de trânsito e blitze da Lei Seca. Já o combate ao comércio ilegal e irregular será intensificado com contratação de 60 fiscais temporários, além dos cinco já chamados para fiscalização de serviços públicos e cinco para monitoramento de obras. “Investir no turismo é investir no desenvolvimento econômico e social da cidade, com geração de economia, crescimento do comércio e estrutura para as pessoas que moram e visitam nossa cidade. Cada turista que entra em Florianópolis auxilia também na saúde e na educação”, disse o prefeito Gean Loureiro (MDB).

Réveillon terá 15 minutos de fogos

A Prefeitura da Capital também divulgou ontem como serão as festas de fim de ano. A principal delas, a do Réveillon, continuará sendo realizada na avenida Beira-Mar Norte, com shows de música e de fogos de artifícios. A previsão é de quatro balsas e 15 minutos de queima de fogos, com menor quantidade de estampidos para não prejudicar animais e pessoas com autismo. A inovação será o show de águas.

Para o Natal, o município informou que será feita uma parceria com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Florianópolis. A previsão é de iluminação e eventos nos bairros e nas principais regiões do Centro.

A Operação Verão também vai reforçar a Comcap. Serão contratados 69 garis, 40 auxiliares operacionais e dez motoristas temporariamente para reforçar a estrutura e manter a cidade limpa e organizada. Também serão adquiridos novos equipamentos, como quadriciclos, caminhões e caixas estacionárias.

Na saúde, haverá contratação temporária para recompor as equipes de família e as unidades dos balneários com dez médicos de família, dois enfermeiros e 25 técnicos de enfermagem. Além disso, o reforço temporário também auxiliará no atendimento das UPAs, com contratação de dois cirurgiões e cinco médicos pediatras.

Cidade