Prefeitura de Rio do Sul pede para que moradores não abandonem seus animais

A prefeitura de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, está pedindo aos moradores para que não abandonem seus animais durante o período de cheias no município. A orientação para quem precisa sair de casa é para que leve os bichinhos de estimação. Se isso não for possível, a prefeitura diz que é fundamental deixá-los soltos para que procurem abrigo por conta própria.

Em Rio do Sul, a prefeitura está pedindo para que os moradores levem seus animais para o abrigo - Xico Stocker/Prefeitura de Rio do Sul/Divulgação/ND
Em Rio do Sul, a prefeitura está pedindo para que os moradores levem seus animais para o abrigo – Xico Stocker/Prefeitura de Rio do Sul/Divulgação/ND

>> Mulher dá à luz um menino em meio aos alagamentos em Rio do Sul

>> Mais de 28 mil pessoas já foram prejudicadas pela chuva em Santa Catarina

Com a cota de inundação do Rio Itajaí-Açu em 12 metros na cidade, mais de 800 pessoas já estão nos 21 abrigos mantidos pelo município. Segundo a prefeitura, todos esses locais contam com um espaço para os animais de estimação, que estão sendo mantidos com o apoio da APAD (Associação Protetora dos Animais Desamparados).

Caso animais sejam vistos correndo perigo em meio às águas, a população também pode entrar em contato com a Defesa Civil por meio do 199. A informação será repassada para a Polícia Militar Ambiental, que está atuando no recolhimento dos animais em situação de risco.

A prefeitura também pede doações de ração, casinhas e até mesmo cobertores para os animais abrigados. O doador pode entrar em contato com a APAD por meio de sua página no Facebook. A instituição também está em busca de voluntários para resgatar animais abandoados e de pessoas dispostas a abrigarem os bichinhos de forma temporária.

Limpeza das ruas

Com as águas do rio baixando em Rio do Sul, a Seinfra (Secretaria de Infraestrutura) começou a trabalhar na limpeza da cidade. Lama e entulhos estão sendo removidos, mas os motoristas devem ter cuidado ao circular pela cidade, já que muitas vias continuam interditadas.

A ação é para deixar algumas das principais ruas limpas e facilitar o trânsito. Entretanto, como a Defesa Civil mantém o alerta de mais chuva e possível elevação do nível do rio entre  esta quarta (7) e quinta-feira (8), algumas ruas podem voltar a ficar alagadas.

As principais ruas de Rio do Sul que ainda estão alagadas são: Estrada Blumenau (próximo ao Colégio Luis Ledra, no Taboão, além de outras baixadas ou acessos de transversais); rua Princesa Isabel e parte da Dom Pedro 2°, no Canoas; Alameda Aristiliano Ramos (próximo ao Supermercado Imperatriz); Avenida Oscar Barcelos (Buteko); rua Coelho Neto (próximo à Casas da Água, passando, mas com muita lama); acesso ao túnel do Fundo Canoas e região da ponte da rua Wenceslau Borini; Estrada da Madeira (região do SESC – acesso preferencial pela nova transenchente); e rua Jorge Lacerda (logo depois do Supermercado Mezzallira).

A orientação é para que os motoristas busquem por caminhos alternativos e não se arrisquem em trafegar por vias alagadas, por questão de segurança.

Mais conteúdo sobre

Geral