Prefeitura realiza estudo para maré alta não afetar o trânsito em Florianópolis

Após quatro dias de alagamentos causados pela maré alta, em Florianópolis, a prefeitura estuda uma forma para estancar a água quando ela começar a subir. Os locais de principal preocupação são a Avenida da Saudade, em direção ao cemitério do Itacorubi, além da região do Rio Tavares, no Sul da Ilha.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Florianópolis, Valter Gallina, o problema é de difícil solução. “Nós moramos em uma ilha e o problema da maré alta é crônico”, afirmou.

Ainda segundo Gallina, no trecho da Avenida da Saudade uma possível solução seria levantar a pista. “Estamos falando de algo em torno de 1 metro e 30 aproximadamente para ela ficar na altura da ponte. Ela teria um custo de cerca de R$ 10 milhões, não é uma obra de fácil execução”, afirmou o secretário.

Leia também:

De acordo com a prefeitura, Florianópolis está estudando algo parecido com o que existe em algumas cidades do Brasil, fazendo comportas com bombeamento, retirando a água. Até o final do ano deve ser dada uma posição.

Processo mais complexo

Na região do Rio Tavares o processo tende a ser mais difícil. Segundo Gallina, além de levantar a pista, teria que ser discutida uma macrodrenagem (retirada do excesso de água do solo acumuladas em áreas grandes). Outro problema seria o tamanho das comportas que de acordo com o secretário teriam de ser mais extensas, sendo difícil a execução.

“Essa [SC-405] é uma rodovia estadual, mas não deixa de ser dentro de Florianópolis. Por isso a Secretaria Municipal de Infraestrutura tem que discutir isso”, pontua o secretário.

A prefeitura deve conversar com a Secretaria de Estado de Infraestrutura em conjunto buscar um encaminhamento para o grave problema que atinge a Capital.

Obras para soluções

“Nós temos duas saídas nesses dois locais. No Rio Tavares temos ao acesso ao Sul da Ilha que está sendo executado nesta segunda-feira (8) pelo aeroporto. Ou seja, quando der o problema da maré, as pessoas poderão usar este novo acesso”, declara Gallina.

Segundo o secretário, na Avenida da Saudade, toda a Avenida Madre Benvenuta será revitalizada. “É uma obra que queremos lançar licitação no mês de agosto, sendo uma segunda via para entrar por ali quando tiver maré alta”, finaliza Gallina.

+ BG Florianópolis