Presidente do Grupo ND é homenageado pelos 50 anos da TV Cultura

Atualizado

O presidente-executivo do Grupo ND, Marcelo Petrelli, foi homenageado na tarde desta terça-feira (16), na Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina), em comemoração aos 50 anos de fundação da TV Cultura de Florianópolis, hoje Record News SC.

Deputados Fernando Krelling e Julio Garcia, na homenagem a Marcelo Corrêa Petrelli – Foto: Bruno Collaço/Agência AL/Divulgação

A Moção de Aplauso foi proposta pelo deputado Fernando Krelling (MDB) e acolhida pela Assembleia Legislativa, como reconhecimento pelo seu pioneirismo e compromisso com a qualidade da informação.

Realizada no gabinete da presidência do Legislativo, a homenagem contou com a presença do deputado Julio Garcia (PSD), presidente da Casa. Garcia enfatizou o pioneirismo na comunicação catarinense e o legado do empresário Mário José Gonzaga Petrelli, pai do homenageado. O jornalista político Moacir Pereira e outras lideranças políticas e da imprensa catarinense também prestigiaram a solenidade.

Para Fernando Krelling, a emissora mudou a cidade, abrindo um novo caminho nas comunicações de Santa Catarina. “Por isso recebe hoje, de forma muito singela, a homenagem de nossa Assembleia Legislativa, em forma de uma placa alusiva aos 50 anos de atividades, que reflete também a moção de aplauso aprovada por unanimidade em nosso Parlamento”, disse.

Leia também

Krelling lembrou ainda que quando a TV Cultura iniciou suas atividades, em maio de 1970, Florianópolis era uma cidade com pouco mais de 100 mil habitantes e a ligação com o resto do Estado se dava pela Ponte Hercílio Luz.

“Naquele ano, o sinal de TV local ainda era chuviscado, o vídeo dependia de operações complicadas. Para obter uma boa imagem, o espectador tinha que ligar um cabo e conectar sua TV a uma antena externa, que funcionava melhor se fosse instalada no telhado da casa e posicionada conforme o direcionamento da antena retransmissora”, conta.

Placa alusiva aos 50 anos de atividades da TV Cultura, hoje Record News SC – Foto: Bruno Collaço/Agência AL/Divulgação

Histórico

Marcelo Petrelli afirmou que a fundação da TV Cultura aconteceu no mesmo dia do aniversário do seu pai, Mário José Gonzaga Petrelli, um idealizador do jornalismo regional. O pioneiro da TV Cultura faleceu no dia 22 de abril deste ano, aos 84 anos. A característica regional marcou a emissora e vem sendo seguida pelo Grupo ND. “Essa homenagem é uma injeção de ânimo”, resumiu o empresário.

No início, a TV Cultura era retransmissora local da TV Piratini de Porto Alegre (RS), pertencente ao grupo Associados. Segundo o relato do deputado Fernando Krelling, todos os dias o jovem Darci Lopes subia o Morro do Antão (Morro da Cruz) ainda sem calçamento, para ligar o transmissor, garantindo assim que os florianopolitanos pudessem assistir TV e ver o noticiário da noite.

“Darci era um idealista, que um dia saiu pela Felipe Schmidt e Conselheiro Mafra correndo o comércio para buscar apoio à criação de uma emissora de TV local. E foi ao Rio de Janeiro, na TV Tupi, buscar câmeras e outros equipamentos emprestados para fazer seu projeto ambicioso se tornar realidade”, afirmou o parlamentar.

Marcelo Corrêa Petrelli, dirigentes do grupo ND e parlamentares na Moção de Aplauso pelos 50 anos da TV Cultura em Florianópolis – Foto: Bruno Collaço/Agência AL/Divulgação

Krelling citou também figuras muito queridas que fizeram história na TV Cultura, como Roberto Alves, Moacir Pereira, Marisa Ramos, Eloá Miranda, Oscar Berend, Antunes Severo (criador da Propague) e Cyro Barreto, que foi procurador da Alesc.

Ainda nos anos 1970, a Cultura ganhou como sócio o empresário Mário José Gonzaga Petrelli. “Outro visionário das comunicações. Em 1982 passou a integrar a Rede de Comunicação Eldorado, e no plano nacional a Rede Bandeirantes. Em 1995 voltou ao controle da família Petrelli, desde então integrada ao grupo RIC Record, hoje ND e agora com o sinal da Record News”.

Política