Preso último suspeito de invadir casa e matar idoso em Águas Mornas

Policiais civis de Palhoça prenderam na tarde dessa terça-feira (19) um jovem de 19 anos suspeito de fazer parte da quadrilha que invadiu a casa e matou Anésio Sens, de 68 anos, em Águas Mornas. O latrocínio ocorreu em 13 de setembro do ano passado.

O suspeito detido nesta semana era o último integrante do grupo procurado pela polícia. Ele também é acusado de, dias antes, assaltar outra casa próxima. Segundo a Polícia Civil afirmou na época, por pouco o crime anterior também não terminou em morte.

Crime ocorreu no Centro de Águas Mornas, em setembro do ano passado – Jornal Águas Mornas/Divulgação/ND

O jovem é natural de São Bernardo do Campo, em São Paulo, e foi preso em um estabelecimento comercial no bairro Brejaru, em Palhoça. Ele foi encaminhado para a delegacia.

Ainda em setembro do ano passado, a polícia realizou uma operação em que apreendeu um adolescente suspeito de integrar a quadrilha.

O crime

O assalto ocorreu por volta das 18h45 da última quinta-feira (13), quando quatro assaltantes invadiram uma casa na avenida Coronel Antônio Lehmkhul. Segundo a polícia, o idoso teria reagido, foi baleado e morreu no local.

A mulher dele, que também estava em casa, ficou amordaçada por volta de uma hora até conseguir pedir socorro. Em seguida, os assaltantes fugiram levando o carro da família.

Relembre o caso

O crimes aconteceram em rua calma de Águas Mornas e assustaram os moradores. Em um deles, no dia 2 de setembro, a família foi rendida e pertences foram levados pelos criminosos.

No segundo, Anésio e a esposa foram surpreendidos por assaltantes que entraram pela janela. A mulher foi amarrada e o homem morto com um tiro no abdômen. O carro levado pelos criminosos foi encontrado pegando fogo em São José no dia seguinte.

Polícia