Primeira vítima do coronavírus em SC passou por quatro municípios antes de morrer

Atualizado

O idoso de 86 anos, primeira vítima fatal do novo coronavírus (Covid-19) em Santa Catarina, passou por quatro municípios catarinenses antes de morrer em decorrência da doença.

Morador de Porto Belo, o homem ficou viúvo no ano passado e devido a saúde debilitada, estava sendo cuidado pelos filhos em sua casa. Os filhos moram atualmente nas cidades de Florianópolis e Blumenau e se dividiam nos cuidados.

No dia 6 de março ele foi levado a uma unidade de Pronto Atendimento, em Porto Belo, devido a uma queda em casa, ocasionando uma fratura na costela.

Ele retornou a unidade no dia 15 de março com fraqueza e dificuldade de se alimentar. O homem foi atendido e medicado e encaminhado para o Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. 

Após o atendimento no município vizinho, o idoso foi liberado no mesmo dia e voltou para casa. Como estava com a saúde debilitada, ele foi encaminhado por um filho a uma casa de repouso em Antonio Carlos, na Grande Florianópolis, no dia 18 de março.

Morte do homem de 86 anos foi a primeira em Santa Catarina pelo Covid-19 – Foto: Arquivo/Anderson Coelho/ND

Na segunda-feira (23), o idoso apresentou hipotermia e hipertensão, sendo levado da casa de repouso ao Hospital Regional de São José, pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, ao dar entrada no hospital, o paciente tinha um quadro clínico de desconforto respiratório. Por apresentar um quadro febril, ele foi submetido ao teste para Covid-19 na terça-feira (24). As amostras foram colhidas pelo Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública), com resultado positivo.

O idoso foi mantido em isolamento respiratório, mas não resistiu. A morte foi divulgada na noite de quarta-feira pelo governador Carlos Moisés (PSL). “Notícia triste: hoje perdemos o primeiro catarinense para o coronavírus. Paciente masculino, de 86 anos, faleceu em São José. Deus nos abençoe e proteja e console a família”, disse.

A Secretaria de Estado da Saúde não informou em qual momento desse trajeto o idoso teria sido infectado pelo coronavírus.

Leia também:

Estado de saúde antes da internação

O idoso vinha apresentando há dois meses uma piora no estado de saúde geral, com recusa à alimentação e aumento do grau de dependência para realização de tarefas diárias.

A Secretária de Saúde de Antônio Carlos informou que ele tinha anemia leve e infeção urinária, além de histórico de Parkinson.

Idosos de casa de repouso têm broncopneumonia

A casa de repouso onde o idoso estava possui 28 residentes idosos e 29 profissionais. Segundo a prefeitura de Antônio Carlos, será feita coleta para Covid-19 em todos os profissionais, pela Vigilância Epidemiológica do município.

Todos os funcionários receberam as orientações necessárias repassadas pelo órgão municipal, destacou a prefeitura.

Na segunda-feira, data em que homem foi encaminhado ao hospital, a Vigilância Civil e Polícia Militar fiscalizaram o local. Durante a ação, foi observado que havia baixa quantidade no estoque de EPI (Equipamentos de Proteção Individual).

Na tarde desta quinta-feira (26), a prefeitura informou que na casa de repouso havia dois idosos com quadro de broncopneumonia, ainda sem confirmação se em decorrência do coronavírus.

O estado de Santa Catarina agora tem 122 casos confirmados do novo vírus. Além disso, outros 325 suspeitos aguardam o resultado do teste.

Mais conteúdo sobre

Saúde