Procura por vacinas contra sarampo e febre amarela cresce 177% em Blumenau

Atualizado

A Secretaria de Promoção da Saúde de Blumenau registrou um aumento na procura pelas vacinas contra a febre amarela e o sarampo. De 15 a 21 de fevereiro, o número de pessoas imunizadas saltou de  5.308 para 14.726. Isso representa um aumento de 177%.

Para ampliar a cobertura vacinal, a prefeitura vai manter por mais uma semana o horário ampliado das salas de vacinação nos Ambulatórios Gerais. Até o dia 6 de março, todos os sete AGs irão atender até as 20h, para imunizar contra o sarampo, a febre amarela e também para atualização de outras vacinas.

AGs e postos de saúde estão imunizando a população – Foto: Divulgação/ND

As doses também podem ser tomadas nos postos de saúde. Confira aqui os endereços das unidades e o horário de atendimento à comunidade de cada uma delas.

Febre Amarela
No dia 12 de fevereiro foi confirmado o único caso de febre amarela em Blumenau. O paciente, que é morador do bairro Itoupava Central, não possuía registro de ter recebido a vacina. Ele foi atendido no Hospital Misericórdia onde, depois de ser internado e receber tratamento, foi liberado.

Desde 2007, data mais distante em que o sistema nacional possui registros, não há confirmação de outros casos da doença no município.

Leia também:

A vacina que protege da febre amarela é indicada para crianças de nove meses a pessoas de 59 anos. O novo esquema de vacinação definido pelo Ministério da Saúde, a partir de 2020, é de que as crianças tomem uma dose aos nove meses e façam reforço da vacina aos quatro anos.

Acima dos cinco anos de idade, a dose única é a recomendação. Adultos acima de 60 anos, gestantes e pacientes imunossuprimidos deverão apresentar prescrição médica. Há contra indicação para alérgicos à proteína do ovo.

Sarampo
A vacina contra o sarampo segue disponível nas salas de vacinação do município durante todo o ano, seguindo o calendário vacinal. Crianças entre seis e 11 meses precisam tomar a dose zero e depois repetir a vacina ao 12 e aos 15 meses; até 29 anos é necessário ter duas doses contra o sarampo registradas na carteira de vacinação; e de 30 a 49 anos, uma dose.

Mais conteúdo sobre

Saúde