Programa de candidato a prefeito de Florianópolis infringiu regras eleitorais, diz juiz

Um programa de TV do candidato a prefeito de Florianópolis Elson Pereira (PSOL) foi suspenso pela Justiça Eleitoral de Santa Catarina. Intitulado “Afastando as Aves de Rapina”, o programa infringiu regras de campanha, disse o juiz eleitoral Leone Carlos Martins Júnior, em decisão publicada nessa segunda-feira (29), a primeira do tipo no pleito da Capital. 

Reprodução/Facebook

Propaganda infringe regra eleitoral, entendeu o juiz Leone Carlos Martins Júnior.

O magistrado acatou denúncia realizada pela coligação “Um novo olhar para Florianópolis”, do candidato Gean Loureiro (PMDB). Segundo a denúncia, o programa, que deveria ser exclusivo para a chapa majoritária, pede voto para candidatos a vereador da coligação “Vivacidade”, que apoia Elson, ultrapassando o limite de 25% do tempo total.

O programa foi exibido no horário eleitoral gratuito da noite de domingo (28) e reprisado na tarde desta segunda-feira (29). O vídeo do programa continua disponível nas redes sociais do candidato, o que é permitido pela lei eleitoral. Até as 19h desta terça-fira, ele havia obtido 10 mil visualizações, 583 curtidas, 321 compartilhamentos e 26 comentários.

Na página oficial de campanha de Elson no Facebook, o candidato se manifestou dizendo que sua equipe de comunicação foi notificada ainda na segunda-feira à noite sobre a decisão da Justiça.

Política