Programa ReÓleo chega a Biguaçu através das crianças da rede municipal

Marco Santiago

Alunos da Escola Municipal Fernando Viegas de Amorim acompanharam palestra

Através da educação ambiental nas escolas municipais, o Programa ReÓleo, promovido pela ACIF (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis), chega a Biguaçu. Os benefícios que a ação oferece ao meio ambiente são repassados às crianças, que serão os agentes multiplicadores da mensagem sobre a importância da reciclagem do óleo de cozinha. No município, o projeto obteve a parceria da Famabi (Fundação do Meio Ambiente de Biguaçu), Acibig (Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu) e CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Biguaçu).

O responsável por tratar o assunto com os alunos é o diretor do Programa ReÓleo, Luiz Falcão de Moura. Para ele, nada melhor do que ferramentas lúdicas, como teatro e mímicas, para ensinar a garotada. “Falamos do tema de forma divertida e lúdica, para que elas possam absorver as informações e refletir. Eles vão multiplicar esse conhecimento”, conta Falcão, que sempre leva nas apresentações o grande parceiro de cena. “O Oléo Lhó é o nosso mascote, que conquistas as crianças”, diz. A aluna da 3ª série vespertina da Escola Municipal Fernando Viegas de Amorim, Hellen Marques Ferreira, 9, mostrou aos amiguinhos que aprendeu a lição.

“Se jogar óleo na pia da cozinha, o esgoto entope, dá mau cheiro e acaba indo para os rios e mares, matando os peixes. O óleo também polui a água e sem ela não podemos viver”, ensina Hellen. Em Biguaçu, o óleo de cozinha descartado será recolhido pelo caminhão da coleta seletiva, que passa semanalmente nos bairros Centro, Vendaval, Fundos, Praia João Rosa, Jardim São Miguel, Jardim Janaína e Bom Viver. O óleo deve ser acondicionado em garrafas pet. O material também pode ser entregue nas escolas municipais.

Região

Nenhum conteúdo encontrado