Projeto de lei sugere funcionamento de semáforos intermitentes na madrugada

Atualizado

Um projeto de lei que tramita na CCJ (Tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), no Senado, propõe obrigar o funcionamento de semáforos em modo intermitente (piscando) durante a madrugada. A regra não valeria para semáforos localizados onde o fluxo de veículos e pedestres justifique o funcionamento padrão. As informações são da Agência Senado.

O projeto apresentado pelo senador Chico Rodrigues (DEM-RR) tem como justificativa minimizar os riscos à segurança dos motoristas. A proposta aguarda parecer do relator, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

A regra não valeria para semáforos localizados onde o fluxo de veículos e pedestres justifique o funcionamento padrão – Agência Senado/Prefeitura de João Pessoa/Reprodução ND

Leia também

“Essa alteração no funcionamento do trânsito evita que condutores e passageiros fiquem expostos à ação de criminosos, enquanto os veículos estiverem parados no semáforo, ao mesmo tempo em que resguarda a segurança”, justifica o autor do projeto.

O texto acrescenta dispositivo à Lei 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, estabelecendo a obrigatoriedade do funcionamento dos semáforos, entre meia-noite e 5 horas da manhã, em sistema de alerta, com luz amarela piscante. A regra não valeria para semáforos localizados onde o fluxo de veículos e pedestres justifique o funcionamento padrão. Nestes casos, deve haver decisão fundamentada pela autoridade de trânsito.

O PL ainda diz que a autoridade de trânsito poderá estabelecer outros horários para funcionamento do sinal amarelo intermitente, conforme as características do local. Para garantir o correto funcionamento da sinalização, o texto determina a colocação do sinal onde dê preferência para via secundária dos cruzamentos.

Chico Rodrigues afirma que o projeto trará mais segurança para os motoristas, tanto no trânsito, evitando colisões, quanto na segurança pessoal, onde não serão mais alvos fáceis de assaltantes quando parados no sinal vermelho.

Mais conteúdo sobre

Infraestrutura