Projeto de revitalização da passarela da ponte Pedro Ivo, em Florianópolis, sai em 120 dias

Única ligação não motorizada entre Ilha e Continente, a passarela receberá novo sistema de iluminação e circuito fechado de TV

Fernando Mendes/ND

Escuro e inseguro, local hoje é evitado por quem deseja atravessar a ponte à pé

 

Única ligação não motorizada entre a Ilha e o Continente, a passarela da ponte Pedro Ivo será revitalizada. O consórcio Passarela, que venceu a licitação realizada pela Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) tem 120 dias para entregar o projeto de recuperação da estrutura.

Formado pelas empresas Sociedade Técnica de Estudos, Projetos e Assessoria Ltda (Sotepa) e Iguatemi Consultoria e Serviços de Engenharia Ltda, o consórcio apresentou oferta de trabalho no valor de R$ 667.914,91, 8,15% abaixo do valor estimado pelo Deinfra, que era de R$ 727.149,33. “Venceu a melhor proposta técnica e com menor preço. Geralmente, o deságio gira entre 3% e 5%”, afirma o consultor de Licitações e diretor de Obras Civis do Deinfra, Roberto Alexandre Zattar.

De acordo com o diretor de Planejameto do Deinfra, WilliamWojcikiewicz, será implantado novo sistema de iluminação, circuito fechado de TV para monitoramento em tempo real, elevação do guarda-corpos de 80 centímetros para um metro e meio, prolongamento da passarela até o Terminal Rodoviário Rita Maria e avaliação das condições estruturais do concreto aparente e das juntas de dilatação.

A nova rampa de acesso terá inclinação adequada às normas de acessibilidade. O projeto prevê ainda incorporação da rampa à ciclovia existente e adequações ao sistema cicloviário do entorno. Enquanto o consórcio desenvolve o projeto, Deinfra fará nova concorrência pública para definir a empresa que executará as obras, previstas para começar em cerca de 160 dias.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias