Quadra de bocha da avenida Beira-mar de São José é depredada antes da inauguração

Vândalos rebentaram a porta e quebraram banheiros internos da cancha

Paulo Jorge Marques/ND

Vândalos rebentaram a tela de proteção da porta do complexo para invadir e quebrar instalações

A nova quadra de bocha da avenida Beira-mar de São José foi alvo de depredação antes mesmo de ser concluída. Uma das portas do espaço esportivo foi danificada por vândalos. A previsão é de que o local seja inaugurado em no máximo 30 dias. Com a abertura, a segurança promete será melhorada devido ao maior fluxo de pessoas no período noturno. 

A porta de tela parcialmente destruída mostra a ousadia dos vândalos contra a cancha de bocha localizada entre um posto da Polícia Militar e um da Guarda Municipal. De acordo com o secretário de Infraestrutura Adilson de Souza,faltam ainda a instalação elétrica, que será subterrânea, e a colocação do saibro nas duas pistas para que o local seja entregue aos praticantes.

A quadra tem duas pistas com 24 metros de comprimento e 4 metros de largura, além de cobertura, iluminação e banheiro. A obra custou R$ 202 mil. “Dependemos dos serviços da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina”, informou Souza. 

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Notícias