Quadrilha que aplicava golpe do carro locado é presa em Santa Catarina

Atualizado

Policiais rodoviários federais prenderam três homens que aplicavam o golpe do carro locado nesta segunda-feira (4), na BR-101, em dois municípios catarinenses. As prisões foram realizadas em Biguaçu, na Grande Florianópolis, e em Araranguá, no Sul do Estado. Três picapes locadas mediante a fraude foram recuperadas.

Abordagem da caminhonete em Biguaçu – Foto: PRF/Divulgação/ND

A primeira abordagem aconteceu por volta das 17h, em Biguaçu. Durante a fiscalização a uma Toyota/Hilux com placas de Belo Horizonte (MG), os policiais descobriram que o veículo tinha boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil de Minas Gerais.

Leia também:

A picape, segundo a PRF, teria sido locada por um homem que, com documentos falsos, se passou por representante de uma empresa conhecida no Estado mineiro.

Duas horas depois, em Araranguá, policiais rodoviários federais abordaram duas picapes Toyota/Hilux, também de locadora de Belo Horizonte, cujos motoristas viajavam juntos.

Assim como o caso apurado em Biguaçu, os dois veículos também tinham boletim de ocorrência em Minas Gerais por terem sido locados mediante fraude. Os policiais em Biguaçu e Araranguá trocaram informações e descobriram que se tratava da mesma quadrilha.

Caminhonetes abordadas em Araranguá – Foto: PRF/Divulgação/ND

Os envolvidos, conforme a PRF, locaram seis veículos e tinham como destino Porto Alegre (RS). A suspeita dos policiais é de que as picapes seriam clonadas para ser usadas em outros crimes, como tráfico de drogas ou contrabando de cigarros.

Os três homens foram encaminhados à Delegacia de Polícia – um em Biguaçu e dois em Araranguá, onde vão responder por estelionato, receptação e formação de quadrilha.

Polícia