Quatro conselheiros tutelares têm o mandato cassado em Joinville

Atualizado

Quatro conselheiros tutelares que foram eleitos no último domingo (6) em Joinville, no Norte do Estado, tiveram seus mandatos cassados após denúncias de irregularidades. Outras três pessoas, que não chegaram a ser eleitas, também foram julgadas e tiveram a candidatura anulada.

Quatro candidatos tiveram o mandato cassado – Foto: Dani Lando/RICTV

A decisão foi divulgada na tarde dessa quarta-feira (9) após uma reunião da Comissão Especial do Processo de Escolha dos Membros dos Conselhos Tutelares de Joinville. A entidade não detalhou quais foram as irregularidades cometidas pelos candidatos.

De acordo com a Comissão, há outras denúncias que ainda não foram julgadas. Após análise, o parecer sobre o caso será publicado no site do CMDCA. A Prefeitura informou que o MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) também está acompanhando a situação.

Agora, os quatro candidatos que tiveram o mandato cassado tem até 24 horas para recorrer da decisão.  Após o término do prazo, uma nova lista de eleitos deve ser publicada.

A eleição para os conselheiros tutelares no município ocorreu no dia 6 de outubro. Os 15 profissionais eleitos serão empossados no dia 10 de janeiro, com mandato de quatro anos e um salário de R$ 5.183,61.

Leia também:

Geral