Receita Federal retém mais de R$ 1 milhão em produtos no Camelódromo de Florianópolis

Atualizado

Na segunda etapa da Operação Três Elementos, que ocorreu desde a manhã desta sexta-feira (14), a Receita Federal de Santa Catarina apreendeu 220 volumes de produtos que, ao todo, acumulam R$ 1.221.280. Os itens estavam dentro de 32 lojas do Camelódromo Municipal de Florianópolis, no centro da cidade.

Receita Federal retém produtos no Camelódromo de Florianópolis – Caroline Borges/ND

A ação, cujo objetivo é combater a prática de contrabando e descaminho, teve início por volta das 5h na Agência dos Correios no bairro Floresta, em São José, e deve ocorrer durante todo o dia.

Nesta manhã foram retidas 55 embalagens, com valor estimado de US$ 10 mil. Além disso, um pacote com maconha também foi encontrado no local.

Leia também:

De acordo com o delegado da Alfândega da Receita Federal, José Cardoso Daltro, a operação deseja desarticular o comércio de itens irregulares que chegam no Estado e são comercializados na Capital.

“Estamos buscando encontrar as mercadorias estrangeiras e identificar quais estão irregulares. Depois, vamos dar chance para os empresários apresentarem todas as notas que comprovem que os produtos estão dentro da lei”, afirmou Daltro.

No Camelódromo, a maioria dos produtos retidos advém de lojas que comercializam produtos eletrônicos.

De acordo com o presidente e administrador do local, José Rabelo Leal, a apreensão fará com que algumas lojas deixem de abrir as portas na próxima semana. Atualmente, 184 lojas operam no Camelódromo.

“Vamos continuar trabalhando, mas os comerciantes que tiveram produtos retidos não vão conseguir trabalhar direito”, disse.

Operação também acontece no Aeroporto

No início da tarde, cerca de 50 servidores da receita e 20 agentes da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais) e Guarda Municipal se deslocaram até o Aeroporto de Florianópolis para fiscalizar a chegada de aviões e bagagens internacionais.

A agente canina Hetina, uma pastora alemã do canil da Receita, fez a fiscalização para combater o tráfico de drogas.

Após aproximadamente duas horas de operação, não houve nenhuma apreensão.

O trabalho, finalizado às 15h, foi exclusivo com o cão em cargas e bagagens de passageiros. Não foi encontrada nenhuma droga.

Mais conteúdo sobre

Geral