Receita Federal retém motos aquáticas e embarcação em marina de Jurerê, em Florianópolis

Atualizado

Agentes da Receita Federal realizaram na manhã deste sábado (15) mais uma etapa da Operação Três Elementos, iniciada na sexta-feira (14). Desta vez as equipes fiscalizaram 60 embarcações, sendo 20 barcos e 40 motos aquáticas,  situadas em uma marina em Jurerê, em Florianópolis. O enfoque desta etapa foi combater o tráfico de drogas pelo mar e vistoriar embarcações irregulares. Sete motos aquáticas e uma embarcação foram retidas.

Mais de dez agentes da Receita Federal participaram da terceira fase da Operação Três Elementos – Receita Federal/Divulgação/ND

Segundo a Receita Federal, os proprietários dos veículos retidos foram intimados para apresentar a devida documentação em até 5 dias. Caso não possam comprovar a situação regular dos mesmos, os veículos serão apreendidos.

Leia também:

Não foram encontradas quantidades de droga nos veículos fiscalizados. Vinte agentes armados participam dos trabalhos, que tiveram início às 7h e chegaram ao fim por volta das 13h. A ação deste sábado ocorreu com auxílio de um barco e uma lancha para transporte dos agentes até a Marina e contou com o apoio aéreo do helicóptero da EPR (Equipe de Pronta Resposta), da Receita Federal, e com um cão farejador.

Apreensões em agência dos Correios e Camelódromo

A primeira etapa da Operação Três Elementos foi deflagrada na manhã de sexta-feira, quando a Receita Federal apreendeu 55 pacotes, com valor estimado de US$ 10 mil, em uma agência dos Correios localizada em São José.

Na segunda etapa, os agentes apreenderam 220 volumes de produtos em 32 lojas do Camelódromo Municipal de Florianópolis. Ao todo, os pacotes acumulam R$ 1.221.280.

Geral