Região Serrana contará com calendário escolar específico em 2020

Atualizado

A Secretaria de Estado da Educação informou, na manhã desta quarta-feira (9), a criação de um segundo calendário específico para a região Serrana. A ação inédita se dá em função do frio intenso nessa região do Estado e foi alinhada com a FECAM (Federação Catarinense dos Municípios) e a UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação).

Calendário do ano letivo será diferenciado para a região Serrana – Foto: Julio Cavalheiro/Secom-SC/Alesc/ND

Segundo a Secretaria, serão envolvidas seis Coordenadorias Regionais: Canoinhas, Lages, São Joaquim, Campos Novos, Curitibanos e Caçador, totalizando 43 municípios. Nesses municípios, as aulas irão iniciar no dia 5 de fevereiro, um dia antes do calendário oficial.

O término das aulas será no dia 16 de dezembro para todas as regiões do Estado.

Flexibilização

Conforme o órgão estadual, em vez das aulas iniciarem no dia 10 de fevereiro, uma segunda-feira, irão iniciar na quarta-feira (5), na região Serrana, e na quinta-feira (6), no calendário regular.

Leia também:

Nesse caso, a Serra contará com três dias, e as outras regiões, com dois dias a mais. Essa antecipação permitirá que a escola remaneje esses dias, em uma eventual necessidade, sem afetar o calendário letivo.

As escolas, juntamente com as Coordenadorias Regionais de Educação, podem realizar algumas modificações no calendário escolar para estar adequado às necessidades e atividades locais e regionais. Porém, é obrigatório o cumprimento da legislação, que determina o mínimo de 200 dias letivos e 800 horas-aula.

Educação