Rotatórias da avenida das Torres, em São José, serão substituídas por semáforos

O grande fluxo de veículos, as filas no começo e no fim do dia e as reclamações constantes de condutores e pedestres são os motivos que levaram a Secretaria Municipal de Trânsito de São José a planejar um estudo para a mudança na avenida das Torres, cujo nome oficial é Osvaldo José do Amaral.

Ao longo de seus sete quilômetros de extensão, a avenida passa por cerca de 10 bairros e tem alguns pontos de retenção. Os com maiores fluxos e problemas são as interseções da Torres com a rua Otto Julio Malina, no bairro Ipiranga, e com a rua João José Martins, no bairro Real Parque, ambos com rotatórias.

Rotatória da avenida das Torres com a rua Otto Julio Malina será retirada, assim como o sinal intermitente – Foto: Marcela Ximenes/ND

De acordo com o engenheiro Luiz Felipe Dellaroza, supervisor de Trânsito de São José, a geometria da avenida não comporta rotatórias, pois há muitos desníveis.

No cruzamento da avenida com a rua João José Martins, por exemplo, as vias têm larguras diferentes e, em algumas situações, o motorista de veículos grandes precisa avançar para a outra mão da rua.

Na interseção da Torres com a Otto Julio Malina um sinal intermitente alerta para que o condutor tenha atenção e cuidado.

Dellaroza explica que nesses dois cruzamentos da avenida o condutor tem 14 opções de movimentos. Para organizar o tráfego e dar fluidez, a Secretaria de Trânsito pretende instalar semáforos e aumentar o número de faixas da via.

Avenida das Torres passará por mudanças para melhor fluidez do trânsito – Foto: Marcela Ximenes/ND

Estudo de tráfego

Inicialmente será feito um estudo de contagem do tráfego que apontará quantos veículos trafegam no local. Esse levantamento será realizado por um empreendimento que está se instalando na avenida das Torres.

O estudo é uma compensação mitigatória pelo impacto que o empreendimento causará no trânsito da região.

A secretária de Trânsito, Andréa Pacheco, estima que a licitação para a instalação de semáforos e demais mudanças na via deva ser lançada no próximo ano. Ainda não há indicação de quanto custará esse investimento.

Trânsito