Santa Catarina é o Estado com mais vítimas em colisões nas rodovias do Brasil

Atualizado

Um levantamento feito pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), divulgado nesta quinta-feira (19), mostra dados gerais sobre acidentes em rodovias federais e traz Santa Catarina como um dos destaques negativos.

BR-101 é a rodovia federal que apresentou o maior número de acidentes no período analisado – Arteris Litoral Sul/Divulgação/ND

Os dados coletados são da Polícia Rodoviária Federal e se referem às ocorrências entre 2007 e 2018.

A cada dia, o Brasil registra 14 mortes e 190 acidentes nas rodovias federais. Somente em 2018, foram 69.206 acidentes, sendo 53.963 com vítimas. Esses acidentes resultaram em 5.269 mortes no ano. Nos 12 anos analisados pela CNT, o Brasil teve 1,7 milhão de acidentes nas rodovias federais, sendo 751,7 mil com vítimas e 88,7 mil mortes.

Leia também:

Outro dado que chama a atenção é que a rodovia BR-101, que passa pelo Estado de Santa Catarina, é a rodovia federal que mais registrou acidentes no período analisado. Foram 8.896 acidentes com 615 vítimas fatais.

Principais dados sobre Santa Catarina

  • 8.494 acidentes foram registrados em 2018 nas rodovias federais que cortam Santa Catarina, sendo 6.731 com vítimas (mortos ou feridos).
  • No período acumulado de 2007 a 2018, foram 186.063 acidentes, sendo 85.986 com vítimas.
  • Ocorreram, em média, 288 acidentes com vítimas a cada 100 km de rodovia em 2018.
  • Somente em 2018 foram 386 vidas perdidas. 6.168 no período acumulado de 2007 a 2018.
  • A cada 100 acidentes com vítimas, 6 pessoas morreram em 2018.
  • Automóvel foi o tipo de veículo mais envolvido em acidentes com vítimas em 2018 (73,0% do total), seguido das motos (49,1%) e dos caminhões (19,2%).
  • O custo anual estimado dos acidentes ocorridos em rodovias federais em Santa Catarina chegou a R$ 1,05 bilhões em 2018.
  • A maioria das vítimas fatais em acidentes em rodovias catarinenses aconteceu com pessoas com mais de 45 anos
  • A maioria das vítimas fatais eram homens, um total de 84%.

A pesquisa realizada pela CNT também criou diversos rankings, com diferentes critérios, para elucidar os acidentes acontecidos nas rodovias federais brasileiras. Santa Catarina foi um destaque negativo em diversos aspectos.

Acidentes com vítimas (mortos ou feridos) por colisão em 2018

  • 1º Santa Catarina 4.684
  • 2º Paraná 3.652
  • 3º Minas Gerais 3.627
  • 4º Rio de Janeiro 2.283
  • 5º São Paulo 2.185
  • 6º Rio Grande do Sul 2.014
  • 7º Bahia 1.628
  • 8º Espírito Santo 1.469
  • 9º Goiás 1.408
  • 10º Pernambuco 1.274

Acidentes com vítimas (mortos ou feridos) em 2018

  • 1º Minas Gerais 7.214
  • 2º Santa Catarina 6.731
  • 3º Paraná 6.132
  • 4º Rio de Janeiro 3.577
  • 5º São Paulo 3.453
  • 6º Rio Grande do Sul 3.297
  • 7º Bahia 2.895
  • 8º Goiás 2.638
  • 9º Espírito Santo 2.312
  • 10º Pernambuco 2.015

Mortes em acidentes em 2018

  • 1º Minas Gerais 693
  • 2º Paraná 494
  • 3º Bahia 456
  • 4º Santa Catarina 386
  • 5º Rio Grande do Sul 313
  • 6º Pernambuco 295
  • 7º Goiás 283
  • 8º Rio de Janeiro 276
  • 9º Maranhão 231
  • 10º Mato Grosso 229

Mortes a cada 100 acidentes em 2018

  • 1º Maranhão 25,2
  • 2º Amazonas 19,1
  • 3º Alagoas 18,6
  • 4º Tocantins 18,3
  • 5º Bahia 15,8
  • 6º Piauí 15,3
  • 7º Pernambuco 14,6
  • 8º Pará 14,5
  • 9º Ceará 13,9
  • 27º Santa Catarina 5,7

Total de gasto devido aos acidentes nas rodovias em 2018

  • 1º Minas Gerais R$1.259.550.792,45
  • 2º Santa Catarina R$1.051.710.366,17
  • 3º Paraná R$1.039.479.889,66
  • 4º Bahia R$ 620.650.262,96
  • 5º Rio de Janeiro R$ 610.430.542,91
  • 6º Rio Grande do Sul R$ 581.831.936,99
  • 7º São Paulo R$ 559.890.718,74
  • 8º Goiás R$ 484.940.222,16
  • 9º Pernambuco R$ 435.119.490,66
  • 10º Mato Grosso R$ 372.574.847,80

Acidentes a cada 100 km de rodovia em 2018

  • 1º Distrito Federal 333
  • 2º São Paulo 308
  • 3º Santa Catarina 288
  • 4º Espírito Santo 231
  • 5º Rio de Janeiro 212
  • 6º Paraná 155
  • 7º Sergipe 135
  • 8º Paraíba 97
  • 9º Pernambuco 94
  • 10º Minas Gerais 81

Mortes de ciclistas em 2018

  • 1º Paraná 30
  • 2º Minas Gerais 28
  • 3º Rio de Janeiro 26
  • 4º Bahia 14
  • 5º Ceará 13
  • 6º Pará 11
  • 7º São Paulo 11
  • 8º Pernambuco 9
  • 9º Maranhão 8
  • 10º Santa Catarina 8

Atropelamentos em rodovias federais em 2018

  • 1º Paraná 473
  • 2º Minas Gerais 475
  • 3º Rio de Janeiro 319
  • 4º Santa Catarina 280
  • 5º Bahia 272
  • 6º São Paulo 269
  • 7º Rio Grande do Sul 236
  • 8º Pernambuco 219
  • 9º Goiás 191
  • 10º Espírito Santo 186

Mortes por atropelamento em 2018

  • 1º Paraná 125
  • 2º Minas Gerais 94
  • 3º São Paulo 85
  • 4º Bahia 81
  • 5º Rio de Janeiro 80
  • 6º Pernambuco 56
  • 7º Rio Grande do Sul 52
  • 8º Santa Catarina 50
  • 9º Goiás 48
  • 10º Paraíba 38

Mortes de ciclistas em 2018

  • 1º Bahia 127
  • 2º Minas Gerais 120
  • 3º Pernambuco 117
  • 4º Maranhão 114
  • 5º Santa Catarina 105
  • 6º Paraná 92
  • 7º Ceará 82
  • 8º Piauí 79
  • 9º Pará 67
  • 10º Goiás 65

Acidentes com motociclistas em 2018

  • 1º Santa Catarina 3.302
  • 2º Paraná 2.575
  • 3º Minas Gerais 2.361
  • 4º São Paulo 1.583
  • 5º Rio de Janeiro 1.392
  • 6º Espírito Santo 1.281
  • 7º Rio Grande do Sul 1.240
  • 8º Bahia 1.170
  • 9º Goiás 1.004
  • 10º Pernambuco 936

Trânsito