Santa Catarina contabiliza 522 casos de dengue confirmados

Sobe para 522 o número de casos de dengue confirmados em Santa Catarina. Conforme dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estrado da Saúde, a soma faz referência ao período que vai de janeiro até o dia 7 de março. Os números foram divulgados em um boletim da Dive, na noite desta segunda-feira (16).

O caso mais crítico permanece no município de Itajaí, que soma 430 casos autóctones (contraídos no Estado). O boletim também aponta que deste montante, apenas 41 pessoas foram contaminadas fora de Santa Catarina, porém, 51 casos seguem em investigação. No período considerados para a analise, 1.517 casos foram descartados por apresentarem resultado laboratorial negativo.

Diante dos números elevados de contagio em Itajaí, a Dive ainda fala em infestação no município. O acompanhamento feito pelo órgão já aponta uma taxa de incidência de 213 casos por 100 mil habitantes. Porém, o órgão pondera que a transmissão está concentrada nos bairros São Vicente e Cordeiros.

Mais de 2,6 mil focos do mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti, já foram identificados em Santa Catarina. Para a Dive, o alerta permanece para os municípios de Chapecó, São Miguel do Oeste, Joinville, Itajaí, Xanxerê, Xaxim, Balneário Camboriú, Pinhalzinho e Itapema que são considerados infestados, definição realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

Afim de reduzir os casos em Itajaí, a prefeita de Itajaí em exercício, Dalva Rhenius, sancionou nesta segunda-feira (16) a lei que regulamenta a notificação e aplicação de multas aos proprietários de imóveis que não adotarem medidas para evitar o surgimento de criadouros do mosquito da dengue.

A partir da próxima semana, além de orientar a população sobre como combater o mosquito, os agentes irão notificar os imóveis que estiverem com grande quantidade de depósitos de água, formando criadouros do mosquito. O proprietário terá prazo de 48 horas para regularizar a situação. Se o morador não tiver efetuado a limpeza será multado. A multa varia de R$ 137,46 a R$ 2.749,20.

Jornalismo

Nenhum conteúdo encontrado

Santa Catarina já contabiliza 522 casos de dengue confirmados

Sobe para 522 o número de casos de dengue  confirmados  em Santa Catarina. Conforme dados da  Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estrado da Saúde, a soma faz referência ao período que vai de janeiro até o dia 7  de março. Os números foram divulgados em um boletim da Dive, na noite desta segunda-feira (16).

O caso mais crítico permanece no município de Itajaí, que soma 430 casos autóctones (contraídos no Estado). O boletim também aponta que deste montante, apenas 41 pessoas foram contaminadas fora de Santa Catarina, porém,  51 casos seguem em investigação. No período considerados para a analise,  1.517 casos foram descartados por apresentarem resultado laboratorial negativo.                             

Diante dos números elevados de contagio em Itajaí, a Dive ainda fala em infestação no município. O acompanhamento feito pelo órgão já aponta uma taxa de incidência de 213 casos por 100 mil habitantes. Porém, o órgão pondera que a transmissão está concentrada nos bairros São Vicente e Cordeiros.

Divulgação/ ND Vale

Apenas 41 casos foram contraídos fora do estado. Outros 51 permanecem em investigação.

Mais de 2,6 mil focos do mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti, já foram identificados em Santa Catarina. Para a Dive, o alerta permanece para os municípios de Chapecó, São Miguel do Oeste, Joinville, Itajaí, Xanxerê, Xaxim, Balneário Camboriú, Pinhalzinho e Itapema que são considerados infestados, definição realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos. 

Geral