Santa Catarina registra no ano 434 casos de gripe com 55 mortes

Conforme boletim divulgado pela Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) no segunda-feira (16), do início do ano até 13 de setembro, foram confirmados 434 casos de gripe influenza em Santa Catarina. Destes, 340 pelo vírus A (H1N1), 49 pelo vírus A (H3N2), 16 aguardando subtipagem, 28 pelo vírus Influenza B e 1 encerrada por vínculo epidemiológico.

Foram quatro casos a mais em relação ao boletim da semana passada- Erasmo Salomao/Ministério da Saúde/ND

As cidades que apresentaram o maior número de casos confirmados foram: Florianópolis (42), Blumenau e Chapecó (32 cada), Joinville (26), Balneário Camboriú (19) e Treze de Maio (18).

Leia também:

Do total de casos, 55 evoluíram para óbito. Destes, 45 pelo subtipo A (H1N1), 4 pelo subtipo A (H3N2), 4 não foram subtipados, 1 por influenza B e 1 encerrado por vínculo epidemiológico por ter tido contato com duas pessoas laboratorialmente confirmadas com influenza, quatro óbitos a mais do que na semana anterior

A SRAG (síndrome respiratória aguda grave) abrange casos de síndrome gripal que evoluem com comprometimento da função respiratória que, na maioria dos casos, leva à hospitalização, sem outra causa específica. As causas podem ser vírus respiratórios, dentre os quais predominam os da influenza do tipo A e B, ou bactérias, fungos e outros agentes.

Em relação à idade, os casos de SRAG confirmados por influenza acometeram indivíduos nas faixas etárias menor de dois anos (19 casos); de dois a quatro anos (10 casos); de cinco a nove anos (37 casos); de 10 a 19 (31 casos); de 20 a 29 anos (41 casos); de 30 a 39 anos (45 casos); de 40 a 49 anos (59 casos); de 50 a 59 (67) casos) e acima de 60 anos (125 casos).

Os óbitos confirmados por SRAG Influenza acometeram pacientes residentes em: Jaraguá do Sul com sete casos; Joinville com seis casos, Tubarão com quatro casos; Blumenau e Chapecó com três casos cada; Balneário Camboriú, Palhoça, Rio Negrinho, São Bento do Sul e São Miguel do Oeste com dois casos cada; Alfredo Wagner, Biguaçu, Brusque, Campos Novos, Canoinhas, Criciúma, Descanso, Florianópolis, Fraiburgo, Guabiruba, Itapema, Lages, Mafra, Meleiro, Peritiba, Pomerode, São Francisco do Sul, São João Batista, São Joaquim, São Lourenço do Oeste, Seara e Tangará com um caso cada.

Em relação à faixa etária, houve um caso de cinco a nove anos; um caso de 20 a 29 anos; três casos de 30 a 39 anos; sete casos em pessoa de 40 a 49 anos; 16 casos entre 50 a 59 anos e 27 casos em pessoas acima de 60 anos

Mais conteúdo sobre

Saúde