Santa Catarina supera Bahia e tem a sexta maior economia do Brasil

Atualizado

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nessa quarta-feira (13) dados nacionais sobre o PIB (Produto Interno Bruto) nos estados brasileiros no ano de 2017. Os dados mostram que Santa Catarina possuí o 4º maior PIB per capita (razão entre a população e o PIB total) do Brasil e também a sexta maior economia do país, superando a Bahia.

Santa Catarina possuí o 4º maior PIB per capita e o 6º maior PIB absoluto do Brasil – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Divulgação/ND

Em relação aos dados do ano anterior, Santa Catarina apresentou um crescimento de 4% em seu PIB. A variação representa o 7º maior crescimento entre todos os Estados da Federação.

Leia também:

Com uma população de 7.001.161 pessoas, o Estado apresenta um PIB per capita de R$ 39.592,28. Os três PIBs superiores ao de Santa Catarina são os seguintes:

  1. Distrito Federal – R$ 80.502,47
  2. São Paulo – R$ 47.008,77
  3. Rio de Janeiro – R$ 40.155,76

O Estado que apresenta o menor PIB per capita do país é o Maranhão, com um valor de R$ 12.788,75.

Em valores absolutos, Santa Catarina apresentou em 2017 um PIB de R$ 277,2 bilhões, o 6º maior do Brasil. O valor total do PIB no ano de 2016 foi de R$ 256,7 bilhões.

Em relação ao ano anterior, o Estado subiu uma posição no ranking de valores absolutos do PIB, ultrapassando a Bahia.

Os Estados que possuem um PIB absolutos superior ao de Santa Catarina são os seguinte:

  1. São Paulo – R$ 2,1 trilhões
  2. Rio de Janeiro – R$ 671,3 bilhões
  3. Minas Gerais – R$ 576,2 bilhões
  4. Rio Grande do Sul – R$ 423,1 bilhões
  5. Paraná – R$ 421,3 bilhões

Entre todas unidades da Federação, Roraima é o estado que apresenta o menor PIB absoluto, com um total de R$ 12,1 bilhões.

O PIB total do Brasil no período foi de R$ 6,5 trilhões. Santa Catarina foi responsável por 4,2% do total deste valor.

Atividades que mais contribuíram

O setor que mais contribuiu para o PIB catarinense foi o de serviços, responsável por 66,9% do total do PIB. Em seguida, aparecem os setor de indústria (27%) e agropecuária (6,1%).

O setor de serviços foi impulsionado principalmente pela atividade de comércio, que apresentou o maior crescimento em volume do país. A variação positiva foi de 10,8% em relação ao ano anterior.

Já no setor industrial, o crescimento foi impulsionado pela indústria de transformação, principalmente a metalurgia e a fabricação de produtos de madeiras, exceto móveis.

Variação de 2002 a 2017

No período analisado de 15 anos, Santa Catarina aumentou sua participação no PIB nacional de 3,7% para 4,2%. O crescimento fez com que Santa Catarina passasse da 7ª para a 6ª economia do país.

Ainda no período analisado, Santa Catarina mostrou uma variação em volume de 2,4% ao ano, que gerou uma variação de volume acumulada de 42,4% no período, colocando o estado na 19ª posição nacional. Ainda assim, foi o Estado com maior variação da região Sul, ficando a frente do Paraná e do Rio Grande do Sul.

Economia