Santa Catarina tem surto de sarampo com 47 casos confirmados neste ano; veja cidades

Atualizado

A Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina) confirmou 47 casos de sarampo no Estado apenas neste ano.

Conforme boletim divulgado pelo órgão nesta sexta-feira (14), “o surto de sarampo permanece ativo” em Santa Catarina, com a notificação de 97 casos suspeitos.

Destes, 37 foram descartados, 47 foram confirmados e 13 ainda permanecem em investigação e reteste, conforme protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde.

Vacina tríplice viral imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba – Foto: TASSO MARCELO/ESTADÃO CONTEÚDO

Municípios com circulação do vírus

Foram confirmados casos de sarampo em 41 municípios de Santa Catarina.

Nas seis primeiras semanas de 2020, a circulação viral mais significativa estava na região Norte do Estado. No entanto, houve aumento expressivo no número de casos confirmados em Florianópolis.

Os 47 casos confirmados em 2020 estão nos municípios de:

  • Florianópolis (17)
  • Joinville (13)
  • Porto União (6)
  • Jaraguá do Sul (2)
  • Schroeder (2)
  • Guaramirim (1)
  • Blumenau (1)
  • Três Barras (1)
  • Videira (1)
  • São José (1)
  • Maravilha (1)
  • Itá (1)

Faixa etária

A faixa etária com maior número de casos confirmados de sarampo em Santa Catarina é de adultos jovens (de 20 a 29 anos), com 148 casos (44%).

Em seguida aparece a faixa etária de 15 a 19 anos, com 94 casos (28%). As outras faixas etárias estão distribuídas em 28% do total de casos confirmados.

Leia também

Dia D da vacinação

O Ministério da Saúde agendou para este sábado (15) o Dia D da vacinação contra o sarampo.

Segundo representantes do ministério, o público alvo são jovens de 5 a 19 anos.

A expectativa do governo federal é vacinar mais de 3 milhões de pessoas entre 10 de fevereiro e 13 de março.

O retorno do sarampo

A circulação do vírus do sarampo foi interrompida em Santa Catarina no ano 2000. Desde então, tinha sido registrados apenas casos esporádicos importados, em 2001 (um caso), 2003 (dois casos), 2005 (quatro casos) e 2013 (um caso).

Segundo a Dive/SC, todos estes casos antigos foram relacionados com histórico de viagens internacionais para a Europa.

As últimas mortes por sarampo no Estado foram em 1992.

Mais conteúdo sobre

Saúde