Santur lança guia de conduta em atrativos turísticos de Santa Catarina

Atualizado

A Santur (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina) divulgou neste sábado (23), um guia de conduta em atrativos turísticos. O documento reforça a necessidade de manter os cuidados recomendados pelo Governo do Estado de Santa Catarina para evitar a disseminação e contágio do novo coronavírus.

O documento, elaborado com base nos decretos da Secretaria do Estado da Saúde (SES) e do Grupo de Ações Coordenadas (Grac), está disponível para as pessoas e também os demais integrantes do trade turístico de Santa Catarina.

Acesse o Guia com recomendações de conduta em atrativos turísticos de SC

Entre as orientações, estão as que reforçam a necessidade de distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras e higiene com álcool gel. Há também outras dicas, como a preferência por pagamento com cartão, a preferência por ambientes abertos e ventilados.

Leia também

Em hotéis ou pousadas, a preferência da refeição deve ser pelo serviço de quarto. Quando não for possível, as refeições realizadas em áreas comuns devem atender a algumas regras (Portarias 256 e 258 da Secretaria do Estado de Saúde). As mesmas regras valem para os restaurantes ou estabelecimentos que servem alimentação.

Guia vem junto com a queda das temperaturas

A iniciativa da Santur se justifica no aumento da procura por atrativos turísticos com a queda nas temperaturas, como foi registrado na Serra catarinense no último fim de semana e com previsões de novo crescimento na procura pela região.

No mesmo sentido, o presidente da Santur, Mané Ferrari, reforça a importância dos Manuais de Boas Práticas para hotéis, hospedagens, pousadas e restaurantes, elaborados pela Santur e disponíveis no site e demais redes.

Embora a movimentação de pessoas não esteja proibida, quem decidir circular deve estar consciente de que a pandemia ainda não está controlada e as medidas, estipuladas pelo Governo de Santa Catarina, servem para conter o aumento do contágio.

Além disso, seguem valendo os decretos estaduais que recomendam evitar aglomerações, uso de máscaras e higienização das mãos com álcool gel 70% ou outro produto de efeito similar, entre outros cuidados.

Mais conteúdo sobre

Turismo