São Miguel do Oeste adere à paralisação nacional dos caminhoneiros

Na manhã desta terça-feira (2), cerca de 30 caminhoneiros estão parados no trevo de acesso de São Miguel do Oeste em apoio à paralisação nacional da categoria. A estimativa é da Polícia Rodoviária Federal. 

Divulgação/Rede Peperi/Ederson Abi/ND Oeste

Caminhoneiros começaram a se reunir na tarde de ontem

A mobilização no Oeste começou ontem e acontece também nas cidades de Maravilha (BR-282), Cunha Porã e Palmitos (BR-158). O tráfego não foi bloqueado nesses trechos, mas os caminhoneiros que passam pela manifestação são convidados à parar e dar apoio ao ato, que é encabeçado pelo Movimento União Brasil Caminhoneiro. 

A lista de reivindicações da categoria inclui melhorias nas rodovias, subsídio ao preço do óleo diesel, isenção do pagamento de pedágio, votação e sanção imediata do projeto que aprimora a Lei do Motorista, entre outros assuntos.

Geral