Saque do FGTS tem regra nova e aumenta para quase o dobro do valor

Atualizado

Editada em julho, a Medida Provisória (MP) 889/2019 permitiu ao trabalhador com contas vinculadas ao fundo o saque imediato de até R$ 500.

No entanto, o deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), relator da MP, apresentou projeto de lei de conversão que amplia o valor para R$ 998. Este é o valor atual do salário mínimo, e aumentaria conforme o piso tivesse eventual reajuste.

Nova regra do FGTS

Saques do FGTS podem “render” mais que os R$ 500 anunciados – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/ND

A ideia do relator é movimentar a economia. Por isso, ele sugere que o valor seja retroativo, beneficiando também aqueles que já sacaram algum valor. Vale lembrar que a MP entrou em vigor no dia 24 de julho.

Saque-aniversário

Nesta terça-feira (5), a comissão mista da MP 889/2019 aprovou o relatório preliminar da matéria, que criou a modalidade de saque-aniversário. Entretanto, o texto precisa ser votado nos Plenários da Câmara e do Senado.

Leia também

Economia