SC tem em 2019 o melhor desempenho na exportação de carnes na história

Atualizado

Com o mercado internacional aquecido, Santa Catarina comemora o melhor desempenho da história na exportação de carnes.

Em 2019, o embarque de carne suína bateu recorde. O de frango teve seu segundo melhor resultado em 22 anos, impulsionando, portanto, todo o setor de proteína animal.

Estado bateu recorde com exportação – Foto: Cristiano Estrela/Secom

Os catarinenses encerraram o ano com um faturamento de US$ 3,12 bilhões com as exportações de carnes. Sendo assim um crescimento de 19,4% em relação a 2018.

“É importante considerar que essa situação que vivemos é um dos reflexos da condição sanitária diferenciada do nosso estado. Santa Catarina construiu a duras penas e com muito trabalho uma condição sanitária reconhecida internacionalmente”, destacou o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural em exercício, Ricardo Miotto. “Isso nos coloca numa posição privilegiada, tanto no cenário nacional quanto internacional”, completa.

Leia também

Ao longo do ano, Santa Catarina embarcou 1,7 milhão de toneladas de carne de frango, suína, bovina, de perus, patos, marrecos e demais carnes e miudezas – um aumento de 11% em comparação a 2018.

De acordo com o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, os bons resultados são decorrentes do excelente desempenho das exportações de carne suína e de frango, que tiveram os melhores desempenhos desde 1997, quando os dados começaram a ser analisados.

Recorde na exportação de carne suína

De janeiro a dezembro de 2019, o Estado bateu o recorde histórico com as exportações de carne suína.

Foram 411,3 mil toneladas embarcadas, gerando um faturamento de US$ 856,6 milhões, um aumento de 31% em relação ao ano anterior.

Santa Catarina é o maior produtor nacional de suínos e a produção baseada na agricultura familiar tem alcançado os mercados mais exigentes e competitivos do mundo.

Grande parte das exportações catarinenses tem como destino o mercado chinês, que aumentou em 88,9% as compras no último ano, fechando em US$ 414,2 milhões.

Em 2019, Santa Catarina ampliou ainda os embarques para mercados altamente exigentes, bem como Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul.

Carne de frango

A carne de frango é o principal produto exportado por Santa Catarina. De janeiro a dezembro foram 1,2 milhão de toneladas vendidas para o mercado externo, com um faturamento que passa de US$ 2,2 bilhões.

Santa Catarina teve o segundo melhor resultado da série histórica em 2019 e comemora as conquistas do setor.

Os principais mercados para carne de frango são Japão, China e Emirados Árabes.

Para 2020, a expectativa é que se tenha resultados significativos nas exportações de carne suína, já que a produção chinesa segue sendo seriamente impactada pela peste suína africana.

No caso da carne de frango, a principal aposta é na ampliação da importância do mercado interno, principalmente pela alta nos preços da carne bovina, que deve estimular a migração de parte dos consumidores para opções menos onerosas”, explica o analista Alexandre Giehl.

Além disso, em 2019, Santa Catarina exportou 3,7 mil toneladas de carne bovina; 15,6 mil toneladas de carne de perus e 3 mil toneladas de patos e marrecos.

Diferenciais do estado

Santa Catarina é reconhecida internacionalmente pela qualidade do agronegócio e o cuidado com a saúde animal e vegetal.

É o único estado brasileiro reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa sem vacinação e área livre de peste suína clássica.

Economia