Secretaria de saúde intensifica combate aos focos do mosquito da dengue na região continental

Os pontos com mais focos do Aedes aegypti na Capital estão nos bairros Monte Cristo, Coloninha e Capoeiras e também em Canasvieiras, na região Norte da Ilha

A prefeitura de Florianópolis iniciou um trabalho de varredura no município nesta segunda (25) e vai propõe um trabalho minucioso em 93 mil imóveis da cidade onde foram encontrados focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Em 43 mil desses imóveis, o que corresponde a pouco mais de 45% do total, nos bairros Monte Cristo, Coloninha e Capoeiras – no Continente – e Canasvieiras, na região Norte da Ilha a ação será mais incisiva. Estes são os quatro bairros mais infestados e considerados de alto risco para transmissão da doença em Florianópolis.

A ação é coordenada pela secretaria municipal de saúde e envolve agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias, que passarão de porta em porta para orientações sobre a eliminação dos criadouros. A medida está alinhada à meta da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, e deve ser finalizada até o fim de fevereiro.

Os agentes comunitários de saúde farão as visitas, eliminação dos depósitos de água parada, identificação de onde será necessário aplicar larvicida e de locais de difícil acesso. A varredura também terá apoio dos bombeiros para estes casos.

:: Dicas para evitar a proliferação de Aedes aegypti:

– Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;

– Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

– Mantenha lixeiras tampadas;

– Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

– Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

– Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;

– Mantenha ralos fechados e desentupidos;

– Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;

– Retire a água acumulada em lajes;

– Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;

– Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

– Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue. Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

– Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya o Zika vírus, procure uma unidade de saúde para atendimento.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Notícias

Loading...