Secretaria de Saúde se manifesta sobre denúncia de insetos e pedras em comida de hospital

A SES (Secretaria de Estado da Saúde) se manifestou sobre a denúncia de que pedras e até insetos foram encontradas em alimentos oferecidos para pacientes e funcionários do Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis. A assessoria de comunicação da secretaria informou que foi realizada nesta quarta-feira (1) a análise de uma amostra da comida e que nada de anormal foi detectado. No entanto, a situação é averiguada junto à empresa que faz o fornecimento dos alimentos para o restaurante da unidade.

No refeitório do hospital, outra funcionária se assustou ao reparar que a sopa servida estava cheia de larvas - RICTV Record/Reprodução/ND
No refeitório do hospital, outra funcionária se assustou ao reparar que a sopa servida estava cheia de larvas – RICTV Record/Reprodução/ND

A secretaria também aguarda a conclusão de um laudo mais específico para se manifestar com mais clareza sobre o assunto.

De acordo com funcionários do hospital, a falta de qualidade da comida servida para os servidores, pacientes e acompanhantes da unidade de saúde é preocupante. Ainda segundo os trabalhadores do hospital, os alimentos são fornecidos por uma empresa de São Paulo, responsável pelo serviço desde 2012.

A técnica em gestão de saúde do hospital Jane Magali da Silva, contou que por pouco não ingeriu uma pedra, parecida com um pedaço de brita, em meio ao prato de feijão e salada que serviu no refeitório há cerca de cinco meses. No início desta semana, a colega da técnica em enfermagem Daniela Guedes Luz pegou um sopa no refeitório do hospital e, após duas rápidas colheradas, ela se assustou com o que viu. “Ela olhou para a sopa e viu várias larvas. Tinha muita larva na sopa”, contou Daniela.

>> Servidores denunciam má qualidade da alimentação no hospital Celso Ramos, em Florianópolis

Com informações da RICTV Record SC.

Cidade