Secretário de Infraestrutura discute em reunião melhorias para a Serra Dona Francisca

Atualizado

Moradores e representantes de entidades de segurança estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (10), com o Secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Hassler, para debater soluções para a Serra Dona Francisca, no Norte do Estado. O encontro ocorreu na sede regional da secretaria, em Joinville.

Encontro reuniu entidades e moradores da região e que utilizam a Serra – Foto: Luan Vosnhak/RICTV

Entre os temas debatidos esteve a necessidade de uma maior fiscalização no trecho, principalmente em casos de excesso de velocidade e tráfego de cargas perigosas. Segundo Hassler, uma das soluções estudadas é a instalação de radares luminosos, que apesar de não aplicarem multa, inibem o motorista.

“Nossa ideia é trazer uma tecnologia nova, como um sensor de luminosidade ou energia solar, para que melhore a iluminação, e não fique a mercê de vândalos”, explicou o secretário.

Questionado sobre o prazo de instalação do equipamento, Hassler informou que o processo deve levar no mínimo três meses. Além disso, o secretário vai buscar junto com a PMRv (Polícia Militar Rodoviária) um reforço na fiscalização do trecho.

“A Serra é perigosa, por isso é importante que os usuários saibam disso. Os motoristas tem que ter consciência e respeitar os limites do trecho quando está no volante”, enfatiza Hassler.

Obras na Serra Dona Francisca devem seguir até novembro – Foto: ASCOM/SIE/Divulgação/ND

Nesta semana, equipes da Secretária do Estado de Infraestrutura iniciaram a instalação de dispositivos de segurança no local. O objetivo é alertar e proibir ultrapassagens antes das curvas da rodovia. A previsão é que as ações sejam finalizadas até novembro.

Além disso, três sonorizadores e tachões na pista foram inseridos em uma extensão de 300 metros da curva no quilômetro 16,6. No mesmo local, uma barreira de contenção de terra foi levantada para evitar a queda de veículos na ribanceira, em casos de colisões.

Moradores ainda não estão satisfeitos

Segundo Ivandro de Souza, representante do movimento Revitaliza Serra Dona Francisca, o trecho da SC-418 precisa de uma atenção especial do Estado. Ele afirma que apesar da conversa com o secretário, as promessas não animaram os moradores.

“A Serra é naturalmente perigosa e precisa de um cuidado diferenciado. Não saio daqui animando, porém, temos que continuar as cobranças para garantir essas melhorias.

Serra Dona Francisca – Foto: PMRv/Divulgação/ND

Números preocupantes

Foram registrados na rodovia 125 acidentes, 47 feridos e cinco mortos, em apenas nove meses, de janeiro a setembro. A rodovia é a principal ligação entre o Planalto Norte e o Litoral catarinense.

Problemas com a sinalização, rachaduras nos asfaltos e falta de iluminação são alguns dos problemas apontados pelos moradores que usam diariamente a Serra.

Recentemente, a Câmara de Vereadores de Joinville aprovou em uma comissão um projeto de Lei que proíbe o tráfego de caminhões com cargas perigosas na Serra. O projeto agora será novamente analisado, dessa vez pela Comissão de Urbanismo.

Leia também:

Trânsito