Segue no IML homem que morreu ao tentar invadir casa em Chapecó

Atualizado

Permanece no IML (Instituto Médico Legal) o corpo do homem que tentou invadir uma casa na semana passada, mas se cortou e morreu em Chapecó, no Oeste do Estado. O caso ocorreu no bairro Presidente Médici.

Homem quebrou a janela do banheiro para entrar na casa

O delegado da DRF (Delegacia de Roubos e Furtos), Elder Arruda Chaves, disse que o corpo ainda não foi identificado, por isso ainda permanece no IML. 

Chaves ressalta que a Polícia Civil já está em fase de conclusão do inquérito policial que foi instaurado para investigar o caso. Ele destaca que o homem teria tentado entrar na casa para furtar. 

O laudo feito pelo IGP (Instituto Geral de Perícias) apontou que o homem morreu por hemorragia, visto os cortes que sofreu ao tentar entrar invadir a casa pela janela basculante de um banheiro. 

O homem tem pele morena, cabelos escuros, rosto afinado e aproximadamente 1,70 de altura. A idade fica entre 30 e 40 anos. 

Leia também:

Relembre 

A morte ocorreu por volta das 4h da quinta-feira (9), quando o homem foi flagrado por um morador vizinho tentando entrar na casa. 

Segundo a polícia, o vizinho disse que ouviu barulhos e foi em direção a casa ao lado. Ele contou que, assim que viu a cena, pediu para que o suspeito largasse uma madeira que segurava, pois, já tinha chamado a polícia. No entanto, o homem teria ameaçado arremessar o objeto nele.

“Segundo o depoimento, o morador efetuou um disparo para o chão, mas, em seguida, percebeu que esse cidadão tinha uma hemorragia”, disse o coronel Ricardo Alves da Silva, comandante do 2ºBPM. 

Após o tiro, o suspeito teria largado a madeira e sentado no chão. O Samu foi acionado e constatou que o homem estava em parada cardíaca. A equipe médica tentou reanimar o indivíduo por cerca de 45 minutos, mas a morte foi confirmada às 5h12.

Ainda segundo a polícia, o vizinho que fez um disparo de arma de fogo possui a documentação necessária para o porte da arma e o registro do revólver de calibre.38, que foi usado na ação.

Mais conteúdo sobre

Polícia