Seguindo Rastro: Prefeito de Lauro Müller permanece afastado do cargo

Atualizado

O Poder Judiciário acolheu novo requerimento do Ministério Público na investigação que terminou com a deflagração da ‘Operação Seguindo Rastro’.
Na decisão, foram fixadas medidas cautelares que proíbe os investigados de frequentarem a Prefeitura de Lauro Muller e manterem contato entre si e com testemunhas e servidores do Poder Executivo.

Técnicos do IGP realizam cópias de dados para envio ao MP – Foto: IGP/Divulgação/ND

O Tribunal de Justiça não aceitou o pedido de Valdir Fontanella para voltar ao cargo de prefeito do município de Lauro Muller.

Porém, o pedido para que Fontanella possa voltar ao cargo poderá passar por uma nova avaliação em cerca de 180 dias.

Leia também:

Operação foi deflagrada no início de dezembro

A ‘Operação Seguindo Rastro’ começou na manhã do dia 2 de dezembro de 2019, com o cumprimento de mandados judiciais nas cidades de Lauro Muller, Orleans, Criciúma e São José.

A investigação apura crimes de fraude a licitações, peculato, corrupção ativa e passiva por agentes públicos e empresários no Município de Lauro Müller.

O esquema investigado está relacionado à contratação de empresas para fornecimento de serviços de horas-máquinas e execução de obras de engenharia pelo Município de Lauro Muller nos últimos três anos.

Participaram da operação a Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos,  juntamente com o GEAC (Grupo Especial Anticorrupção) e o GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas).

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos por Promotores de Justiça, Policiais Militares, Civis e Rodoviários Federais nas cidades envolvidas.

A Operação

A Operação foi nominada de “Seguindo Rastro” em razão dos vestígios deixadas pela trama ilícita e pela proximidade de Lauro Müller com a Serra do Rio do Rastro.

Contraponto

A reportagem conversou com a OAB/SC para tentar o contato do advogado do prefeito Valdir Fontanella, mas não foi possível ter acesso ao número de telefone dele. A Prefeitura de Lauro Muller também foi procurada mas não repassou o contato do prefeito.

Polícia