Servidor da Receita Federal está entre sete presos pela PF em SC

Atualizado

A Operação Saldo Negativo, deflagrada pela Polícia Federal e Receita Federal, resultou em sete prisões nesta terça-feira (5), em Santa Catarina. Uma pessoa foi presa em Indaial e seis em Florianópolis. Entre os presos na Capital, está um servidor da Receita Federal.

Além do Estado, foram efetuadas 11 prisões em São Paulo e uma prisão em Brasília e no Paraná.

Coletiva de imprensa sobre operação Saldo Negativo – Foto: PF/Divulgação/ND

Na manhã desta terça, foi apreendida uma grande quantidade de bens, entre relógios e joias, na casa de um dos investigados em Criciúma. Segundo a PF, esse investigado foi detido em Florianópolis.

Leia também:

Cerca de 140 policias federais, com apoio de 41 servidores da Receita Federal, cumprem 25 mandados de prisão preventiva contra um servidor público, advogados, contadores e intermediários.

Fraude na Receita

A Operação busca desmontar um grupo criminoso especializado em fraudar declarações de tributos federais através de compensação com créditos falsos.

O objetivo da organização criminosa era embolsar a maior parte do valor dos tributos devidos pelo empresariado, enquanto lesava a Administração Tributária Federal.

Os  valores  utilizados  indevidamente  para  compensar/suspender  tributos
federais  superam  a  cifra  de R$ 2,3 bilhões, sendo que desse total, R$ 1
bilhão se refere a falsos créditos para uso futuro. Aproximadamente 80% desses valores já passaram por auditoria da Receita Federal.

Polícia