Servidor público é preso em SC por exploração sexual de crianças e adolescentes na web

Atualizado

Um funcionário público do Estado, de 47 anos, foi preso em flagrante na manhã desta terça-feira (25), durante a operação Dois Mundos, da Polícia Federal. A ação foi deflagrada contra a exploração sexual de crianças e adolescentes na internet, por meio de divulgação de imagens e vídeos.

O homem foi detido em sua casa em Laguna, no Sul do Estado, após diligências de busca no imóvel, com apreensão de equipamentos eletrônicos utilizados no crime.

Segundo a PF, Software era usado para compartilhamento do conteúdo para usuários do mundo todo – Divulgação/Polícia Federal

A ação, que contou com oito agentes, teve como foco a divulgação internacional e armazenamento de imagens e vídeos de pornografia infantil.

Segundo a Polícia Federal, as investigações começaram a partir de relatórios da corporação que identificaram que um suspeito havia baixado, nos últimos meses, diversos arquivos contendo cenas de sexo explícito envolvendo menores de idade.

O criminoso utilizava software que possibilita o compartilhamento desses arquivos com usuários do mundo todo.

O homem pode ser condenado a até 10 anos de prisão pelos crimes de posse e transmissão de arquivos ilegais, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.

O nome da operação, conforme a PF, faz alusão ao local dos crimes, pois Laguna é o município de nascimento de Anita Garibaldi, a heroína dos dois mundos, expressão que também pode ser entendida pelo cotidiano vivido pelo preso nos mundos real e virtual.

Leia também: 

Polícia