Sintoma de crise?

Pesquisa da Fecomércio revela que os consumidores de Joinville deverão gastar 30,3% a menos no Dia das Mães este ano, em relação ao ano passado. Esta previsão, que está preocupando os lojistas, não se repete em outras cidades do Estado. Os catarinenses devem gastar em média R$ 188,55 com presentes, enquanto que a previsão para os joinvilenses é R$ 125,86. No ano passado, os joinvilenses foram os que mais gastaram (R$ 180,56) em todo o Estado. O Dia das Mães é considerado a segunda data mais importante para os lojistas, só perdendo para o Natal em termos de faturamento.

Luiz Veríssimo/ND

Panorâmica. Vista do Parque Ecológico Municipal Celso Salazar Pessoa, em São Francisco do Sul, obra inaugurada em dezembro no Centro da cidade. O nome é em homenagem ao ex-prefeito que doou toda a área ao Município
Luiz Veríssimo/ND

Zeladoria. A subprefeitura da região Centro-Norte está fazendo a poda nas margens do rio Cachoeira, em frente do Centreventos Cau Hansen, mas deveria apressar e acabar com uma situação constrangedora em algumas ruas centrais. Próximo da esquina mais movimentada, em termos comerciais (rua do Príncipe com a 15 de Novembro) um canteiro (foto) está precisando de uma atenção

 

Luiz Veríssimo/ND

Joinville am Alpes.  Na Alemanha, quando duas cidades têm o mesmo nome, são diferenciadas pelo rio que as cercam. Lá tem Frankfour am Main e Frankfourtan der Oder. Na foto, parece que Joinville fica próxima aos Alpes, mas é o sol iluminando uma nuvem, vista na rua Procópio Gomes, no final da tarde

.

 Promoção

Ontem pela manhã, major Nelson Coelho recebeu a notícia de sua promoção a tenente-coronel da Polícia Militar. Ele soube da boa notícia por telefone, mas não sabe ainda se continua em Joinville ou se será transferido para Florianópolis. Major Coelho é um dos pilotos do helicóptero “Águia” da Polícia Militar desde 2001, quando foi transferido para implantar a base área da PM na região

Pais e filhos

A eleição de outubro vai apresentar em Santa Catarina pelo menos duas tentativas de sucessão familiar. O deputado estadual Altair Guidi (PPS), ex-prefeito de Criciúma, não vai concorrer e lançou seu filho Ricardo. Já o deputado federal João Pizzolati (PP) também não vai concorrer e vai apoiar seu filho João Pizzolatti Neto.

Quatro deputado

A bancada de Joinville aumenta hoje para quatro deputados estaduais. Eni Voltolini (PP) retorna  à Assembléia Legislativa por dois meses. Poderia ser cinco, mas Sandro Silva (PPS) deixou a cadeira em abril para o segundo suplente Taxista Voltolini (Benedito Novo). Pelo rodízio da bancada do PPS, Sandro retorna no final de junho. O titular, Altair Guidi, continua em licença médica.

Mural

– Nesta quinta, 1º de maio, as lojas de rua e de shoppings de Joinville estarão fechadas em virtude do feriado do Dia do Trabalhador.

– Os shopping estarão abertos e suas praças de alimentação e entretenimento também.

– Por ser o segundo maior poder legislativo do Estado, a Câmara de Vereadores de Joinville deveria tornar obrigatório o uso de paletó e gravata nas sessões.

– Saboreando a famosa costela do Palmital, na sexta (25), o vereador Cláudio Aragão (PMDB), o empresário Mário Sérgio Brum e o secretário de Comunicação da Prefeitura de Joinville, Marco Aurélio Braga.

– O vereador Odir Nunes sugeriu que seja investigada a idoneidade dos diretores do Instituto Vida, entidade prevista para firmar convênio com a Prefeitura para a contratação de horas de trabalho de médicos.

– O alerta foi feito ontem na Comissão de Legislação e Justiça. Ele lembrou o caso da empresa contrata para realizar consultas oftalmológica no Hospital Bethesda. Seu diretor tinha pendências com a Justiça gaúcha.

Loading...