Só a guerra tinha parado os Jogos Olímpicos

Guerras foram a única razão pela qual os Jogos Olímpicos da Era Moderna foram adiados ou cancelados ao longo da sua história. Até hoje. A pandemia de Covid-19 que se espalha pelo planeta resultou, nesta terça-feira (24), no adiamento dos Jogos de Tóquio 2020, que manterão esse nome apesar de serem realizados apenas no verão de 2021. A reportagem é do Portal R7.

Primeira Guerra Mundial cancelou os Jogos Olímpicos de 1916 – Foto: Arte R7 / Library of Congress

Epidemiologistas falam da luta contra o coronavírus como uma guerra. Em termos de história olímpica, essa metáfora se tornou realidade hoje.

Antes disso, as Olimpíadas tinha sido adiadas ou não realizadas por cinco vezes entre as edições de verão e inverno. Todas elas, em meio a conflitos bélicos.

Jogos de 1916

A primeira das cinco edições dos Jogos da Era Moderna canceladas por uma guerra foi a de 1916. O COI havia concedido os Jogos em 1912 a Berlim, em detrimento de Estocolmo, mas a eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914 acendeu um alerta entre os líderes olímpicos.

O estádio preparado em Berlim para os Jogos de 1916 passou a ser utilizado como hospital de campanha em 1915 e a Alemanha, um dos países centrais no conflito, tinha outras prioridades que colocaram seus compromissos olímpicos em segundo plano. O COI cedeu ao óbvio e cancelou o evento.

Olimpíadas de Verão e Inverno no Japão, em 1940

Os próximos Jogos cancelados foram os dois marcados para 1940 no Japão, os Jogos de Verão em Tóquio e os Jogos de Inverno em Sapporo.

O Japão renunciou à organização dos dois eventos em 1938, no meio da Segunda Guerra Sino-Japonesa. O confronto entre forças japonesas e a China foi enquadrado, mais tarde, como parte dos conflitos da Segunda Guerra Mundial.

Diante da negativa japonesa, o COI concedeu os Jogos de Verão a Helsinque, que havia sido finalista contra Tóquio, e os Jogos de Inverno primeiro a St. Moritz e depois, devido a um conflito com a Suíça, a Garmisch (Alemanha).

Em novembro de 1939, o evento de inverno foi cancelado, dois meses após os nazistas invadirem a Polônia. Em maio de 1940, com a Finlânida sofrendo ataques da União Soviética, os Jogos de Verão também saíram do calendário.

Apesar do desenvolvimento da guerra e da violência incontrolável na Europa, Norte da África, em parte do Oriente Médio e no Extremo Oriente, o COI manteve suas atividades o máximo possível e em sua Sessão de 1939 concedeu os locais dos Jogos de 1944 a Cortina (Itália) e Londres.

A esperança de retomar a disputa dos Jogos permaneceu até 1942, ano em que foram definitivamente cancelados.

Após a Segunda Guerra Mundial, St. Moritz (Suíça) e Londres retomaram a organização dos Jogos, que nunca mais foram interrompidos até hoje.

Mais conteúdo sobre

Saúde