“Sonho dela era ajudar a comunidade”, diz cunhada de vítima de feminicídio

Atualizado

A polícia faz buscas ao homem de 59 anos suspeito de ter assassinado a ex-namorado nesta quarta-feira (16), em Blumenau. Bernardete Libardo, de 59 anos, foi encontrada morta dentro de casa no bairro Nova Esperança.

Segundo a polícia, ela foi assassinada com golpes de faca. A vítima tinha marcas de facadas no peito e no pescoço.

Bernardete Libardo foi encontrada morta com sinais de golpes de faca – Foto: RICTV Record/Reprodução

Família e amigos ainda não conseguem acreditar no que aconteceu. O vizinho da vítima, Avelino Tavares, fala em uma perda muito grande. “Era uma pessoa maravilhosa, dedicada e prestativa. Ela sempre estava disposta a ajudar”, conta.

A cunhada de Bernardete, Rosalina Loffi, contou a vítima havia relatado há poucos dias que não queria mais namorados, pois seu objetivo era se dedicar à Associação de Moradores. “O sonho dela era ajudar a comunidade”, disse a cunhada.

Ainda segundo Rosalina, o caso chocou a família. “Nunca esperei que isso fosse acontecer com a Bernardete”, lamentou.

A vizinha da vítima, Iliria Pereira, lamentou o fato e reiterou que toda a comunidade chorou diante da perda. “Ela tinha duas meninas que moravam com ela, é lamentável, toda a comunidade está chocada”, afirma.

O crime

Bernardete era presidente da Associação de Moradores do bairro, e enfermeira aposentada do município. A vítima era conhecida na comunidade por ajudar o próximo.

O principal suspeito de ter cometido o crime é o ex-namorado, com o qual ela teve um relacionamento de apenas quatro meses. José Rufino, de 59 anos, está sendo procurado pela polícia.

José Rufino, ex-companheiro da vítima, é o principal suspeito do crime – Foto: RICTV Record/Reprodução

Família

Bernardete tinha quatro filhas, duas moravam com ela. As meninas começaram a estranhar que a mãe não atendia o celular e nem respondia as mensagens pelo aplicativo.

Por volta das 21h30, as duas chegaram juntas em casa e encontraram portas e janelas fechadas. Quando entraram na área de festas da casa, encontraram o corpo da mãe.

A reportagem procurou as filhas da vítima, que não conseguiram dar entrevista pelo fato de ainda estarem muito abaladas.

Suspeito entrou na casa

Imagens de câmeras de monitoramento mostram que o suspeito esteve na casa no início da tarde desta quarta-feira (16). Ele chega, estaciona o carro e fica cerca de 15 minutos no local, depois sai e vai embora com o veículo.

Conforme testemunhas, ele não aceitava o término do relacionamento. José é natural do Paraná, mas mora e trabalha em Blumenau.

A ex-mulher de José morreu de forma misteriosa por ingestão de agrotóxicos. Agora, ele é o principal suspeito de ter assassinado Bernardete.

* Com informações da RICTV Record

Mais conteúdo sobre

Polícia