Steve Jobs é enterrado em cerimônia íntima e privada, segundo jornal

Divulgação/ND

Jobs morreu quarta-feira (5). Ele sofria de câncer e tinha feito um transplante

O funeral de Steve Jobs, um dos fundadores da Apple, foi realizado na sexta-feira (7), segundo uma pessoa da família revelou ao “Wall Street Journal”. O enterro foi uma cerimônia privada e pequena, disse essa pessoa.

O evento se realiza dois dias depois da morte de Jobs, que morreu de uma doença não revelada na quarta-feira. Ele havia se submetido a uma cirurgia durante o tratamento de câncer pancreático e fez um transplante de fígado.

A Apple já havia indicado que não haveria qualquer cerimônia pública. Em carta aos empregados da Apple, o diretor-presidente Tim Cook indicou que a companhia planejava “uma celebração da vida extraordinária de Steve” em breve, para seus funcionários.

Depois de anunciar a morte de Jobs, a Apple rendeu-lhe homenagens em seu site (www.apple.com). Também encorajou entusiastas a compartilhar memórias e mensagens de pesar num endereço de e-mail especial.

Um dos movimentos mais consistentes de homenagem a Steve Jobs já estava marcado antes da morte dele. Marcado para o dia 14 de outubro, o Steve Jobs Day (Dia Steve Jobs) propõe que todos usem camiseta negra com gola alta – espécie de uniforme usado pelo empresário – e poste fotos na internet com a indumentária.

A página do evento no Facebook tem 10.970 presenças confirmadas. A hashtag (espécie de selo usado no Twitter) do evento é #stevejobsday.

Informática

Nenhum conteúdo encontrado