Supere o medo do câncer!

Atualizado

Saúde Mais – Foto: Auto exame cancer de mama

Quando o assunto é câncer, médicos e profissionais da saúde repetem o ‘mantra’ da prevenção. Eles batem na mesma tecla, de que devem-se fazer exames preventivos, seguindo as convenções dos programas da saúde.

Mas por que há tantos casos de câncer avançado? 

Por que as pessoas têm medo de dar atenção ao seu corpo, para evitar doenças?

O Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Rio de Janeiro, lançou as estimativas de casos novos da doença, durante cerimônia que celebrou a campanha do Dia Mundial de Combate ao Câncer, em 4 de fevereiro.

Essa estimativa será válida como projeção para três anos (2020-2022). A publicação mostra que no Brasil, o câncer de pele não melanoma permanece como o mais incidente na população (177 mil casos novos), seguido pelos cânceres de mama e próstata (66 mil cada).

A equipe do Especial Saúde Mais da NDTV Florianópolis ouviu o mastologista, Dr. Bráulio Leal Fernandes, da Noova Oncologia, sobre o câncer de mama, um dos mais diagnosticados no Brasil. 

“De fato, é uma verdade. No momento em que a pessoa tem a intenção de dar atenção às suas mamas, o principal exame é a mamografia. É algo que se tem convicção, e não sou eu que falo, mas as sociedades médicas ao redor do mundo, de que os exames de detecção precoce podem, de fato reduzir a mortalidade”, reforça Dr. Bráulio.

O médico salienta que essa prevenção pode também reduzir a agressividade do tratamento. “Dependendo da situação, pode ser que nem seja necessária quimioterapia, se for algo inicial. Se trata de forma muito menos agressiva e com muito mais efetividade”, diz.

Medo dos exames

Quem está fazendo exame, mesmo para prevenção, sente medo da doença. A essas pessoas, Dr. Bráulio aconselha: “Mesmo em situações em que precise tratamento mais impactante, hoje em dia, temos artifícios de amenizar o tratamento. Mesmo quando precisa fazer cirurgia maior, tem como abrandar isso, fazendo o procedimento de reconstrução no mesmo momento”.

“Então, a questão do diagnóstico precoce sempre vai ajudar, mesmo que você não chegue no momento certo, que precise de um procedimento maior, você vai conseguir artifícios para abrandar a situação. ”

Rastreamento

Existe um dado que, mesmo em países de primeiro mundo, alguns lugares têm o rastreamento organizado. Algum agente de saúde liga para a pessoa e diz: ‘Você fez sua mamografia há um ano. Vamos marcar a próxima’. Aí as pessoas acabam fazendo, são levadas, e se não fizerem, assinam um termo com o Estado, se responsabilizando. 

“No Brasil, não temos esse rastreamento. E mesmo se você pegar registros de classe A brasileira, as mulheres que têm condições de fazer mamografia, 50% delas fazem”, comenta o médico. “Imagine o restante da população, que demanda um certo sacrifício de fazer ou falta informação. Então, daí a importância de bater na tecla. Lembrar da responsabilidade que temos com nossa vida”, aconselha o mastologista.

No caso das cirurgias de mamas, quando há medo de sequelas, Dr. Bráulio informa que hoje em dia há uma área da cirurgia mamária chamada oncoplastia, onde se unem conceitos de tratamento com conceitos de cirurgia plástica em busca do melhor resultado possível.

Quem é o Dr. Bráulio Leal Fernandes?

Dr. Bráulio – Foto: Divulgação

Integrante da equipe da Noova Oncologia, Dr. Bráulio, 51 anos, é médico há 27 anos. Atua como mastologista, e tem formação em cirurgia mamária de forma global. Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e Mastologia, é mestre em Medicina pela UFSC. Já foi presidente e atualmente faz parte da diretoria da Sociedade Catarinense de Mastologia.

Noova Oncologia

A clínica tem 18 profissionais especialistas na área. São oferecidas consultas nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Oncológica, Cirurgia Plástica, Cirurgia Torácica, Endocrinologia, Fisioterapia, Ginecologia e Obstetrícia, Mastologia, Nutrição, Oncologia Clínica e Urologia. Oferece infusão de medicamentos quimioterápicos e apoios terapêuticos, de nutrição e fisioterapia. Realiza cirurgias nas especialidades de Ginecologia, Mastologia, Oncologia Plástica, Torácica e Urologia. O grupo atua há 10 anos em conjunto e, atualmente, atende cerca de 700 pacientes por mês.

Texto: Alessandra Cavalheiro / Jornalista / Mtb 9775

Dr. Bráulio Leal Fernandes – CRM/SC 7264

Mastologia – RQE 2577

Noova Oncologia

Presidente Coutinho, 348 – Centro, Florianópolis – SC, 88015-230

Telefones (48) 3037-4300 – 3024-5300

WhatsApp (48) 9 9631-5051

contato@noovaoncologia.com.br

http://www.noovaoncologia.com.br/

Mais conteúdo sobre

Saúde Mais