Suspeito de matar modelo gaúcha em Santa Catarina deixa a prisão

Acusado de matar a modelo gaucha Isadora Viana Costa, em maio de 2018, Paulo Odilon está em liberdade desde o fim da tarde deste sábado (12). A revogação da prisão deve ser publicada apenas nesta segunda-feira. No entanto, a decisão do Tribunal de Justiça chegou ainda no sábado à Comarca de Imbituba, no Sul de Santa Catarina. A decisão é assinada pelo ministro Néfi Cordeiro.

Isadora Viana Costa teria sido assassinada por motivos fúteis, segundo MP – Foto: Reprodução

Paulo Odilon era namorado de Isadora, à época. Ele estava preso preventivamente e deve aguardar o julgamento em liberdade, conforme decisão da Justiça. Responde por homicídio duplamente qualificado, além de feminicídio e por motivo fútil.

Praticante de artes marciais, Paulo teria agredido violentamente a então namorada, após ela ter ligado para a irmão do suspeito, achando que ele havia sofrido overdose por uso de drogas. De acordo com o Ministério Público, a família não tinha conhecimento de que Paulo usava entorpecentes. Teria sido esse o motivo da fúria de Paulo Odilon.

Saiba mais sobre o caso

Polícia